Brasil e Rússia discutem fornecimento de lote adicional de sistemas Igla-S

Os sistemas portáteis de lançamento de mísseis terra-ar Igla são projetados para uso contra alvos aéreos em baixa altitude.

Os sistemas portáteis de lançamento de mísseis terra-ar Igla são projetados para uso contra alvos aéreos em baixa altitude.

CTK Photo/Slavomir Kubes/Global Look Press
Contrato de 2015 para entrega de sistemas de mísseis terra-ar Igla-S foi implementado.

A Rússia e o Brasil estão discutindo o fornecimento de um lote adicional de sistemas portáteis de lançamento de mísseis terra-ar Igla-S, segundo declarou à agência de notícias Tass o vice-diretor do Serviço Federal de Cooperação Técnica e Militar, Anatóli Puntchuk.

“O Brasil já recebeu o primeiro lote dos sistemas Igla-S. Obviamente, nosso parceiro latino-americano adquiriu a quantidade de armas que considerava suficiente para garantir a segurança nacional. No entanto, estamos discutindo a possibilidade de fornecer um lote adicional desse armamento", disse Puntchuk.

Os sistemas portáteis de lançamento de mísseis terra-ar Igla são projetados para uso contra alvos aéreos em baixa altitude.

Os sistemas são amplamente utilizados na Rússia e na CEI (Comunidade dos Estados Independentes), e já são exportados desde 1994 a mais de 30 países.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies