Cinco caças soviéticos (ainda!) em uso na América Latina

Alguns deles foram montados nos anos 1950, mas isso não significa que tenham perdido a capacidade de combate.

1.  MiG-21

Uso atual na América Latina: Cuba

Um MiG-21 cubano.

Conhecido entre os pilotos soviéticos como “Balalaica” por sua semelhança com o instrumento musical russo, o MiG-21 é o caça supersônico mais fabricado de todos os tempos.

O primeiro voo deste avião foi realizado na URSS em 1955. Entre 1976 e 1988, aeronaves MiG-21 cubanas foram enviadas a Angola para combater a guerrilha.

2. MiG-23

Uso atual na América Latina: Cuba.

Um MiG-23 cubano.

O primeiro caça com asa de geometria variável do mundo foi construído em 1970. Foram produzidos cerca de 5 mil aviões MiG-23.

Enquanto na Rússia o avião foi retirado de serviço em 1994, são 24 MiG-23ML/MF/BN/UB que continuam a servir na Força Aérea de Cuba.

3. MiG-29

Uso atual na América Latina: Cuba e Peru.

Um MiG-29 peruano.

Os engenheiros aeronáuticos soviéticos Mikoian e Gurêvitch desenharam o caça de quarta geração MiG-29 nos anos 1970. Esses aviões entraram em uso na URSS em 1983.

A Força Aérea de Cuba recebeu os primeiros 12 MiG-29 em 1989. Já o Peru conta com 19 caças MiG-29, alguns dos quais já foram ou estão sendo modernizados.

4. Su-22

Uso atual na América Latina: Peru

Um  Su-22 peruano.

O caça-bombardeiro soviético Su-22 realizou o primeiro voo em 1966 e foi exportado para diversos países em todo o mundo.

As Forças Aéreas peruanas adquiriram 32 aeronaves Su-22 entre 1977 e 1980. Embora o exército do Peru oficialmente tenha retirado esses aviões de operação em 2006, ainda há 11 desses caças-bombardeiros em "estado de reserva".

O Peru utilizou os aviões durante Guerra do Cenepa, em 1995, contra o Equador. Também foram os Su-22 que atacaram a oeste de Lima um C-130 norte-americano em 1992. No incidente, um membro da tripulação norte-americana morreu e seis ficaram feridos.

5. Su-30

Uso atual na América Latina: Venezuela

Versão modernizada do caça de múltiplas funções Su-27, o Su-30 foi desenhado em 1989 para defender as fronteiras da URSS como um caça de longo alcance.

Um Su-30 venezuelano.

Em 2006, a Venezuela começou a adquirir as primeiras unidades desta aeronave. Hoje, a Força Aérea Venezuelana tem 24 Su-27MK2 e Su-27MKV e, em outubro de 2015, anunciou a compra de mais 12 caças Su-30MK2.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais