Rússia construirá nova frota de proteção ambiental

Serguêi Aníssimov / Cortesia de MAMM
Valor do projeto ultrapassará os US$ 53,1 milhões.

Segundo o programa de desenvolvimento socioeconômico do Ártico, a Rússia injetará, após 2021, US$ 52,1 milhões na construção da nova frota de proteção ambiental, declarou na última segunda-feira (9) o ministro dos Recursos Naturais do país, Serguêi Donskoi.

“O novo programa estatal do Ártico incluirá a construção da frota de proteção ambiental dos mares e da plataforma continental que será entregue ao Serviço Federal de Controle sobre os Recursos Naturais da Rússia (Rosprirodnadzor)”, declarou Donskoi.

A nova frota aumentará a segurança das operações marítimas e permitirá mitigar consideravelmente os potenciais riscos ambientais para os ecossistemas marinhos, segundo o ministro.

Além disso, o ministério pretende aumentar o número de embarcações a gás natural liquefeito (GNL) para diminuir os riscos ambientais, disse Donskoi.

"Já começamos a construção de quebra-gelos a gás natural. O primeiro navio deste tipo Polaris foi construído no estaleiro Arctech da Finlândia que pertence à corporação Russian United Shipbuilding”, completou o ministro.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais