Yandex completa 20 anos; veja 5 vantagens em relação ao Google

Estande do Yandex durante feira de emprego para deficientes em Moscou

Estande do Yandex durante feira de emprego para deficientes em Moscou

Sergei Savostyanov/TASS
No último sábado (23), o buscador russo Yandex, uma das primeiras empresas de internet do mundo, e o principal rival do Google no mercado russo, comemorou seu 20º aniversário. Entenda por que ele jamais foi superado pelo americano no país.

O Yandex é mais do que uma empresa – é praticamente uma questão de orgulho nacional. Em 1997, antes de Larry Page e Serguêi Brin criarem o Google, Iliá Segalovitch e Arkádi Voloj já haviam fundado o Yandex – que, apesar da concorrência cada vez mais acirrada, continua sendo líder de mercado na Rússia.

A penetração do Google na Rússia ainda é de 70%, contra 80 a 90% na maioria dos outros países europeus. Além disso, a Rússia, com uma população de 144 milhões, tem registrado crescimento de dois dígitos na internet ao longo dos últimos anos.

Confira abaixo cinco motivos que garantem, porém, a liderança do Yandex no país. 

  1. Abordagem diferente quando se realiza buscas. Enquanto o Google está mais focado no cálculo do ranking das páginas de internet, o algoritmo de classificação do Yandex leva em consideração a distância entre as palavras e a relevância dos documentos para uma determinada consulta. Em 2017, a empresa lançou seu novo algoritmo de rede neural, o Korolev, que torna as buscas ainda mais eficazes. 
  1. Serviços integrados. O Yandex é a maior empresa de mídia da Rússia e oferece serviços gratuitos como e-mail, mapas, música, vídeos, armazenamento de fotos, aplicativos e outros produtos que o Google também disponibiliza. Ao contrário de outros concorrentes da empresa americana, como Yahoo ou Dropbox, a versão russa desses serviços é comparável em qualidade e bem adaptada aos usuários locais. 
  1. É mais que internet. Você já ouviu falar no aplicativo de táxi do Google? Lógico que não – porque ele não existe. Na Rússia, porém, o Yandex.Taxi é mais popular do que Uber. Além do mais, recentemente, as duas empresas uniram esforços, criando um dos serviços de táxi mais fortes do país. O Yandex também substitui outros líderes internacionais, como o PayPal, com seu serviço Yandex.Money, por exemplo.
  1. Previsão do tempo com alta precisão. O Yandex conseguiu desenvolver uma dos sistemas de previsão do tempo mais precisos do mundo graças aos seus algoritmos de ponta. O serviço possui ainda um mapa de vento. Inicialmente, os desenvolvedores haviam planejado encerrar esse serviço, mas mudaram de ideia após solicitações de pescadores russos, que o usam para entender os padrões de migração de peixes.
  1. Melhor para pesquisas em língua russa,. O Yandex foi criado especificamente para o mercado russo e, por isso, é capaz de superar vários obstáculos linguísticos. Além do mais, entende melhor a CrazyFont (quando se escreve palavras russas usando alfabeto latino em vez de cirílico), o que é comum entre russos que vivem no exterior.

Tirando as vantagens citadas, o Yandex é mais antigo e mais bem estabelecido no país. Em 2004, quando o Google entrou na Rússia, já era tarde demais.

A posição da empresa no país só começou a melhorar em 2014, quando cada vez mais russos passaram a usar serviços de internet em seus dispositivos móveis.

Atualmente, segundo o Mail.Ru, 75% dos russos usam a plataforma Android em seus smartphones, tornando o Google o motor de busca número 1 em celulares na Rússia.

No ano passado, o Yandex incitou uma investigação sobre o sistema operacional Android do Google, alegando que a subsidiária russa estaria violando os regulamentos antimonopólio nacionais. Em agosto de 2017, os usuários de Android na Rússia ganharam um recurso que lhes permite selecionar o mecanismo de busca preferido no navegador Chrome Mobile. “Esse é um marco enorme para os usuários russos, e algo em que trabalhamos por muito tempo”, declarou a empresa em um comunicado.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais