7 pratos russos (deliciosos) de revirar o estômago

Muitos dos pratos curiosos na Rússia servem de acompanhamento para vodca

Muitos dos pratos curiosos na Rússia servem de acompanhamento para vodca

Getty Images
Arenque sob casaco de pele, geleia de carne e outras bizarrices eslavas. Veja receitas.

À primeira vista, a culinária russa pode ser um pesadelo para os estrangeiros. Mas seus produtos incomuns e combinações inusitadas podem revelar uma interessante experiência nos pratos obrigatórios em qualquer mesa russa.

Arenque sob casaco de pele

(Foto: Lori/Legion Media)(Foto: Lori/Legion Media)

Essa salada, a mais ‘extravagante’ dentre as diversas da cozinha russa, é uma deliciosa mistura de arenque salgado, maionese, cenoura e batata cozida, dispostas em camadas, como se fosse um bolo. Segundo vários russos, é o acompanhamento perfeito para vodca, embora seja possível saboreá-lo como entrada por si só.

Clique aqui para ver a receita.

Kholodets

(Foto: Russia Expo)(Foto: Russia Expo)

É provável que alguns leitores já tenham visto esse prato em um vídeo publicado na internet que mostra as reações de estrangeiros diante de exemplares da culinária russa. Fato é que as pessoas ficam chocadas com esse bolo de carne coberto de geleia.

Normalmente, esse prato é servido frio e acompanhado por um molho de rabanete. Para quem não come carne vermelha, vale a pena experimentar zalivnoe, que é semelhante aos kholodets, porém à base de peixe.

Veja a receita deste e outros pratos típicos.

Conservas

(Foto: Stockfood)(Foto: Stockfood)

Durante o inverno, os russos fabricam conserva de quase tudo – pepinos, tomates e pimentas são, porém, os legumes mais utilizados. Cada russo tem sua própria receita, o importante é certificar-se que o frasco com os produtos prontos esteja bem lacrado.

Os russos também gostam de produzir salmouras com cogumelos, repolho e até mesmo maçãs. Em qualquer refeição festiva russa, é comum ver as pessoas com um copo de vodca em uma mão, e um garfo espetado com conservar na outra.

Saiba aqui como preparar picles à moda russa.

Okrochka

(Foto: Flickr.com/BY-SA)(Foto: Flickr.com/BY-SA)

Dos aperitivos ao prato principal. Durante o verão, quando as temperaturas sobem acima da média no país, os russos saboreiam a okrochka, uma sopa fria. Em alguns aspectos, esse prato lembra a salada Olivier, porque se trata uma mistura de cenoura, pepino, batatas e ervas picadas bem fininho. Também é possível adicionar rabanetes ou quaisquer outros vegetais, salame ou frango. A maior diferença, no entanto, é que essa sopa é temperada com kvass e uma pequena dose de kefir líquido. Parece uma mistura impossível de ingredientes, mas os russos adoram.

Deu vontade de prepará-la? Clique aqui para ver a receita.

Schi de vegetais

(Foto: Lori/Legion Media)(Foto: Lori/Legion Media)

Quase todo mundo conhece a borsch, a famosa sopa de beterraba de origem ucraniana. Mas, no caso da schi, em vez de adicionar beterrabas, cozinha-se apenas o repolho fresco (ou em conserva) em caldo de carne. Mas os russos não param por aí.

A schi de vegetais é resultado de uma mistura de azedinha e/ou espinafre. E para finalizar o prato, basta decorá-lo com um ovo cozido.

Veja aqui como preparar schi.

Pelmêni de pato

(Foto: Lori/Legion Media)(Foto: Lori/Legion Media)

Muitos já conhecem os pelmêni, uma espécie de ravióli de carne consumido o próprio caldo do cozimento e sour cream. O recheio é, em geral, de carne bovina e suína, mas os agricultores e caçadores russos fazem vários experimentos a partir da receita tradicional.

Em alguns mercados e restaurantes do país, é possível provar, por exemplo, um prato de pelmêni recheado com carne de alce (que pouco difere do sabor tradicional), javali e pato. Já aqueles que vêm com recheio de peixe (de diferentes tipos) tornoram-se um clássico da cozinha russa.

Saiba aqui como preparar a versão tradicional.

Khrenovukha

Lembra que o kholodets é normalmente acompanhado de molho de rabanete? Pois bem, essa mesma raiz é ingrediente para um destilado muito comum na Rússia. Também há outras bebidas destiladas feitas com pimenta, ou vários tipos de ervas e frutos silvestres.

Os russos dominaram a técnica de produzir álcool a partir de quase qualquer coisa. Mas para provar o samogon é preciso estar preparado: enquanto o teor alcoólico de um destilado comum gira em torno de 40%, neste caso chega a 70%. É preparado em casa com equipamento especial, mas nunca se sabe exatamente como nem de que foi preparado – coisa que não faz diferença depois de bebe-lo.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.