Para técnico, jogo contra Brasil foi 'duro'

Ténico falou ainda em revanche por derrota na Itália. Foto: worldgrandprix.2015.fivb.com

Ténico falou ainda em revanche por derrota na Itália. Foto: worldgrandprix.2015.fivb.com

Equipe feminina russa venceu a canarinha na quinta-feira (23) no Grand Prix de Vôlei

O técnico da seleção feminina de vôlei que representa a Rússia no Grand Prix, Iúri Maritchev, afirmou que a equipe enfrentou um jogo duro, e que o mais difícil foi o terceiro set, quando foi preciso se equiparar às oponentes.

A partida, que ocorreu na quinta-feira (23), em Omaha (EUA), terminou com placar de 3 sets a 0 (25:19, 28:26, 25:19) para as russas, que conquistaram a segunda vitória na Final Six.

"O último jogo com elas na Itália não foi muito bom, por isso esperávamos um jogo muito difícil e, claro, queríamos muito uma revanche pela derrota. Acho que hoje as meninas estavam em uma sintonia muito boa, que nos ajudou a dominar não só na rede, mas em outros elementos, como no bloqueio e nos passes. O mais complicado foi o terceiro set, quando tivemos todas as chances de perder, mas depois nos aproximamos do adversário e precisamos nos equiparar", disse Maritchev ao site da Federação Internacional de Vôlei.

A capitã da equipe, Ekaterina Kosianenko, comentou com satisfação a partida.

"Estou muito feliz porque vencemos hoje. Para nós, foi um jogo muito importante. Conseguimos manter nosso jogo, a equipe brasileira vacilou. Estou confortável em jogar com as meninas, somos um time de verdade", disse.

A equipe russa conquistou seis pontos nos dois jogos, e nesta sexta-feira joga contra as norte-americanas.

Originalmente publicado pela agência Ria Nôvosti.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Leia mais