Casal que não saía de casa desde a queda da URSS é despejado

Oficiais de justiça foram ao apartamento acompanhados de equipe médica. Mulher tem problemas psiquiátricos e marido estava desnutrido.

Oficiais de justiça foram ao apartamento acompanhados de equipe médica. Mulher tem problemas psiquiátricos e marido estava desnutrido.

Vladimir Pesnia/RIA Nôvosti
Motivo de expulsão foi 1,5 metro de lixo acumulado no apartamento.

Um casal que não saía do apartamento desde a queda da URSS foi despejado, de acordo com a assessoria de imprensa do Serviço Federal de Oficiais de Justiça.

O motivo do despejo foi o acúmulo de um metro e meio de lixo no apartamento após a agência imobiliária abrir uma demanda judicial devido ao estado impróprio em que o casal vivia no apartamento.

A mulher foi diagnosticada com problemas psiquiátricos, e o homem, desnutrido, não tinha quaisquer documentos além do passaporte soviético.

Os oficiais de justiça compareceram ao apartamento acompanhados de médicos. O homem foi internado em um hospital e a mulher, em uma clínica psiquiátrica. 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.