Os sins e os nãos do xaveco às russas

Caucasian couple laying in grass

Caucasian couple laying in grass

Getty Images
Bom, sincero, alguém que se cuide (mas não muito), fiel (sem ser ciumento), e, é claro, ser atencioso, generoso e inteligente. Via de regra, as russas possuem uma longa lista de existências da hora de encontrar um parceiro. Neste Dia dos Namorados, pesquisas e especialistas apontam como conquistar uma eslava.

1. Cuidar excessivamente de si: NÃO

(Foto: Getty Images)(Foto: Getty Images)

Se um homem passa tanto tempo em frente ao espelho quanto as mulheres, esse comportamento é geralmente mal visto pelas russas. Aqueles que usam hidratante corporal, seguem as tendências da moda, preocupam-se com a aparência de suas unhas e só gostam de exercícios físicos na academia nem sempre agradam.

“A aparência é o que menos importa. Ao contrário da ideia promovida pela indústria fitness, não são os musculosos que as mulheres preferem”, diz a psicóloga Elena Kalen. Segundo ela, homens que têm características consideradas “femininas” e que tem obsessão por si costumam ser considerados menos atraentes na Rússia.

Em geral, homens com jeito másculo, mas não necessariamente fortes, atraem mais pretendentes no país do que os refinados e elegantes, mostram as pesquisas. Aliás, de acordo um levantamento, apenas 8% das russas apreciam músculos sobressaltados.

2. Fazer pequenas gentilezas: SIM

(Foto: Getty Images) (Foto: Getty Images)

As tendências feministas na Rússia tiveram seu auge nas décadas de 1990 e 2000, porém não se desenvolveram para além desse período, acredita o psicólogo e o terapeuta de Gestalt, Vladislav Tchubarov.

Há também um paradoxo entras as russas: mesmo que se queixem da falta de respeito pelos homens, de piadas sexistas e saibam o que significa emancipação, muitas delas têm apreço limitado pela igualdade total entre gêneros. A interpretação mais provável seria: elas querem mais, mas mantendo todas as “tradicionais” vantagens.

“Toda essa igualdade, pelo amor de Deus, me deixa louca – gosto quando um jovem me ajuda a tirar ou a vestir o meu casaco, ou segura a porta para mim”, escrevem algumas mulheres russas em fóruns nas redes sociais.

3. Admirá-la mais que tudo: SIM

(Foto: Getty Images) (Foto: Getty Images) 

Outro paradoxo no país é que as mulheres russas se consideram, por definição, “um objeto de adoração”, diz Tchubarov. “E é isso o que esperam dos homens – admiração incondicional”, completa o psicólogo.

Enquanto grande parte das mulheres ocidentais, incluindo as brasileiras, são criadas para alcançar desenvolvimento pessoal e profissional, é comum encontrar na Rússia mulheres que ainda esperam ser adoradas por seus parceiros sem que, necessariamente, atinjam sucesso fora de casa ou tenham diversos diplomas.

4. Planejar o futuro: SIM

(Foto: Getty Images) (Foto: Getty Images) 

“A situação financeira de um homem não é tão relevante. Mais importante é a sua aspiração de ganhar dinheiro e capacidade de gastá-lo com sabedoria”, diz Kalen.

Em outras palavras, as mulheres russas olham para perspectivas futuras, e não se prendem à quantidade de dinheiro na carteira do parceiro. Firmeza nos planos de abrir uma empresa e passar o tempo livre são, em geral, bons sinais.

Para as mulheres russas, um homem deve, acima de tudo, ter personalidade e determinação para atingir objetivos - se não agora, então, pelo menos, no futuro – ainda que esse “futuro” nunca chegue.

5. Falar mais do que fazer: NÃO

(Foto: Getty Images) (Foto: Getty Images) 

Além disso, as mulheres russas não gostam de homens que falam demais. Durante os primeiros três a cinco encontros, pode haver um certo charme nisso, pois ajuda o parceiro a “se abrir mais”; depois desse período de experiência, é provável que a russa comece a pensar: “Quando ele fará algo útil? Onde encontrará a energia se apenas fala o tempo todo, ele não deve ser bom em nada”.  

Para conversar simplesmente conversas, há amigos, Facebook ou colegas de trabalho; quanto ao namorado ou marido, este serve para coisas maiores.

“É simples: quanto mais você fala, menos sério você parece. É uma correlação inversa, por assim dizer”, lê-se em comentários nas redes sociais.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.