As 10 cidades russas com melhor qualidade de vida

Krasnodar será uma das 11 cidades-sede da Copa de 2018

Krasnodar será uma das 11 cidades-sede da Copa de 2018

Vitáli Tímkiv/TASS
Cidades siberianas figuram em peso em ranking da revista “Russki Reportior”. Moscou e São Petersburgo não aparecem lista devido a particularidades locais.

A revista “Russki Reportior”publicou este mês um ranking com as dez cidades da Rússia que apresentam melhor qualidade de vida. A primeira posição ficou com a siberiana Tiumen (a 2.000 km a leste de Moscou).

O estudo, que levou em conta apenas cidades com mais de 600 mil habitantes, é baseado em estatísticas econômicos ligadas à qualidade de vida, bem como em dados de uma votação popular com usuários do site de empregos SuperJob.

Os autores do ranking decidiram não incluir as duas maiores cidades do país, Moscou e São Petersburgo, porque ambas possuem status de distrito federal, e seus orçamentos são constituídos seguindo princípios distintos dos demais locais listados.

1. Tiumen

O primeiro lugar do ranking é ocupado pela siberiana Tiumen (Foto: Aleksandr Makárov/Global Look Press)O primeiro lugar do ranking é ocupado pela siberiana Tiumen (Foto: Aleksandr Makárov/Global Look Press)

Tiumen é a capital da região de petróleo, garantindo boa arrecadação para o orçamento municipal. No entanto, a cidade deve o primeiro posto ao voto popular, diz a “Russky Reportior”. A revista também destaca a eficácia da administração local, que foi capaz de elevar os índices socioeconômicos de Tiumen nos últimos anos.

2. Krasnodar

Krasnodar é a cidade russa mais aberta a investidores russos e estrangeiros (Foto: Vitáli Tímkiv /TASS)Krasnodar é a cidade russa mais aberta a investidores russos e estrangeiros (Foto: Vitáli Tímkiv /TASS)

Esta cidade no sul da Rússia (a 1.300 km de Moscou) liderou o ranking da “Russki Reportior” nos últimos cinco anos. As estatísticas indicam os maiores índices de construção civil na área de habitação, e seus moradores destacam os preços vantajosos de bens e serviços na região. Além disso, segundo os analistas da revista, Krasnodar é a cidade do país mais aberta a investidores russo e estrangeiros.

3. Rostov-no-Don

As principais características de Rostov são sua plasticidade e capacidade de se adaptar às mudanças (Foto: Víktor Pogóntsev/Global Look Press)As principais características de Rostov são sua plasticidade e capacidade de se adaptar às mudanças (Foto: Víktor Pogóntsev/Global Look Press)

A localização de Rostov-no-Don, às portas do sul da Rússia (a 760 km de Moscou), e sua funcionalidade como centro logístico, administrativo e econômico contribuem para o desenvolvimento dinâmico dos negócios em toda a região.

Entre as principais características positivas da cidade estão sua plasticidade e capacidade de se adaptar às mudanças, afirmam os autores do ranking.

4. Iekaterinburgo

Iekaterinburgo lidera em volume de varejo (Foto: Imagebroker/Global Look Press)Iekaterinburgo lidera em volume de varejo (Foto: Imagebroker/Global Look Press)

Situada nos Urais (a 1.800 km a leste de Moscou), Iekaterinburgo ostenta uma boa média salarial entre seus habitantes e lidera em volume de varejo entre as cidades do ranking. A revista ressalta que o prefeito Evguêni Roizman (desde 2013) é “um homem decidido e controverso que não tem medo de conflito com o governo federal”.

5. Kazan

Durante a Copa das Confederações são esperados até 150 mil turistas em Kazan (Foto: DPA/Global Look Press)Durante a Copa das Confederações são esperados até 150 mil turistas em Kazan (Foto: DPA/Global Look Press)

De acordo com a votação popular, Kazan (a 800 km de Moscou) é a melhor da cidade em termos socioeconômicos: o preço das escolas e creches locais é acessível, há boas ofertas de empregos e entretenimento, e os moradores locais são muito amigáveis.

Além disso, a cidade sabe como explorar o seu potencial turístico: durante a Copa das Confederações 2017, em julho, é esperada a visita de 80 mil a 150 mil turistas.

6. Novosibirsk

Novosibirsk é a capital científica e industrial da Sibéria (Foto: CapF, Flickr)Novosibirsk é a capital científica e industrial da Sibéria (Foto: CapF, Flickr)

A Prefeitura de Novosibirsk, situada a 3.300 km de Moscou, tem destinado verbas volumosas para educação, cultura e esporte. Porém, os moradores locais se queixam da situação ambiental, da falta de segurança e da dificuldade de encontrar emprego.

7. Krasnoiarsk

Krasnoiarsk apresenta potencial de aceleração econômica (Foto: Serguêi Filinin)Krasnoiarsk apresenta potencial de aceleração econômica (Foto: Serguêi Filinin)

Esta cidade, situada a 4.100 km de Moscou, funciona como centro de produção e logística no sudeste da Sibéria. Tem um grande potencial para aceleração econômica, de acordo com a revista, apesar dos altas índices de criminalidade.

8. Perm

Perm continua sendo um dos polos culturais do país (Foto: Geo Photo)Perm continua sendo um dos polos culturais do país (Foto: Geo Photo)

Nos últimos anos, esta cidade nos Urais (a 1.400 km de Moscou) tem registrado estagnação econômica. No entanto, mantém uma boa classificação no ranking popular e continua sendo um “poderoso centro cultural do país”, destaca a publicação.

9. Níjni Nôvgorod

Níjni Nôvgorod está localizada na confluência dos rios Oká e Volga (Foto: Lori/Legion-Media)Níjni Nôvgorod está localizada na confluência dos rios Oká e Volga (Foto: Lori/Legion-Media)

Níjni Nôvgorod (a 416 km de Moscou) vem ganhando importância à medida que novas empresas de TI, como Intel Huawei, SAP e Yandex, se instalam na região.

10. Ufá

Ufá se firmou como um importante centro das indústrias agrária e petrolífera (Foto: Lori/Legion-Media)Ufá se firmou como um importante centro das indústrias agrária e petrolífera (Foto: Lori/Legion-Media)

Capital da República da Bachkíria (a 1.300 km de Moscou), Ufá é uma região importante para as indústrias agrícola e do petróleo. A cidade sofreu mudanças consideráveis para receber as cúpulas da SCO e do Brics, em 2015, mas os locais lamentam a falta de empregos de qualidade, de acordo com a “Russki Reportior”.

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.