Fortes ventos matam oito na capital russa

Ventos chegaram a 65km/h na capital russa, levando telhados e construções antigas.

Ventos chegaram a 65km/h na capital russa, levando telhados e construções antigas.

Serguêi Kiselev / Moskva Agency
Correntes atingiram 65 km/h e derrubaram árvores e construções

Nesta segunda-feira (29), ventos fortes que atingiram os 65 km/h formaram-se em Moscou e seus arredores, derrubando árvores e construções e, como resultado, deixando ao menos oito mortos na capital russa.

Árvores foram arrancadas pela raiz, destruindo carros e ferindo pessoas. / Foto: Serguêi Kiselev / Moskva AgencyÁrvores foram arrancadas pela raiz, destruindo carros e ferindo pessoas. / Foto: Serguêi Kiselev / Moskva Agency

O mau tempo pode se estender até a noite e com as chuvas atingindo até um terço da norma de precipitação mensal da cidade.

Fonte: YouTube/Аня Смит

Muitas árvores caíram em diferentes regiões da capital e das cidades que se acercam, e a agência de notícias Interfax já divulgou haver pelo menos 70 feridos, de acordo com registros dos serviços de emergência.

O prefeito de Moscou, Serguêi Sobiânin, também já fez declaração sobre o ocorrido.

“Como resultado dos ventos, há mortos e mais de 40 feridos buscaram serviços médicos. Meus sentimentos aos familiares e amigos dos mortos”, escreveu Sobiânin mais cedo em seu Twitter.

Os moscovitas têm publicado em tempo real nas redes sociais fotos de aumóveis e vias destruídas pelos ventos.

As correntes de ar são tão fortes que estão arrancando telhados de edifícios e até mesmo as garagens de lata, tão comumente encontradas na cidade, além de derrubar construções antigas.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.