Avião de passageiros MC-21 faz primeiro voo teste; assista

Aeronave tem capacidade para 211 passageiros

Aeronave tem capacidade para 211 passageiros

Alexander Korolkov
Fabricante mira concorrência com gigantes como Boeing e Airbus, sobretudo no mercado interno. Primeiros modelos devem ser usados a partir de 2019.

O novo avião de passageiros russo MC-21 realizou no domingo (28) seu primeiro voo. A decolagem aconteceu do aeroporto da Fábrica de Aviação de Irkutsk, uma subsidiária da Irkut Corporation, na região da Sibéria.

“A missão de voo foi concluída na íntegra. O voo ocorreu normalmente, e não há questões que impeçam a continuidade dos testes”, declarou o piloto de testes Oleg Kononenko, que estava no comando do novo modelo.

O voo, com duração de 30 minutos, atingiu 1.000 metros de altitude e velocidade máxima de 300 km/h.

Testemunhas postaram vídeos no YouTube (Vídeo: YouTube/Mihail Nixon)

A aeronave utilizada nos testes iniciais é o MC-21-300, o maior da nova família de aviões comerciais russos. Tem capacidade para 211 passageiros e autonomia de voo de até 6.400 km. Os preços oficiais ainda não foram divulgados.

Além de concorrer com aviões comerciais da Boeing e da Airbus, o MC-21 também deverá substituir os antigos modelos Tupolev Tu-134 e Tu-154.

O portfólio atual de pedidos de MC-21 é de 285 aviões. O principal cliente é a russa Aeroflot, que planeja incluir 50 novos aviões do tipo a sua frota. Em abril, o diretor-geral da companhia, Vitáli Saveliev, disse aguardar os primeiros três aviões em 2019.

O primeiro voo teste do MC-21 estava programado para dezembro de 2016, e sua montagem em série havia sido planejada para iniciar em 2017. Mais tarde, o primeiro voo foi adiado para abril e, enfim, para o final de maio.

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.