Morre, aos 75, neto de Stálin que dirigia Teatro do Exército

“Foi uma pessoa que se dedicou inteiramente ao teatro”, disse colega de trabalho

“Foi uma pessoa que se dedicou inteiramente ao teatro”, disse colega de trabalho

Vitáli Belousov/RIA Nôvosti
Aleksandr Burdonski comandou mais de 20 produções no Centro Acadêmico.

O diretor do Centro Acadêmico do Teatro do Exército russo e neto do ex-líder soviético Iossef Stálin, Aleksandr Burdonski, morreu nesta quarta (24), aos 75 anos. Ele estava internado no hospital com problemas cardíacos.

No Teatro do Exército, Burdonski esteve no comando de mais de 20 produções. “Foi uma pessoa que se dedicou inteiramente ao teatro e falava apenas sobre isso. Era bem interessante ensaiar com ele”, disse o ator Iúri Sazonov ao RBC.

Burdonski era filho de Vassíli Stálin, que foi Comandante das Forças Aéreas do Distrito Militar de Moscou e era o caçula do líder soviético com sua segunda esposa, Nadejda Alliluieva.

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.