Rússia é segunda nação que mais lê livros

Mais mal colocados em estudo foram Países Baixos e Coreia do Sul.

Mais mal colocados em estudo foram Países Baixos e Coreia do Sul.

AP
China tem primeiro lugar em ranking, enquanto Brasil ultrapassou Alemanha.

Mais mal colocados em estudo foram Países Baixos e Coreia do Sul. Foto; APMais mal colocados em estudo foram Países Baixos e Coreia do Sul. Foto; AP

Uma pesquisa on-line do instituto alemão de pesquisas de marketing GfK mostrou que a Rússia é a segunda nação que mais lê livros no mundo, atrás apenas da China. O terceiro lugar do ranking é ocupado pela Espanha.

Entre os russos, 59% dos respondentes disseram ler livros “todos os dias ou quase todos os dias” ou “pelo menos uma vez por semana”. Na China, os que compartilham da resposta foram 70%, enquanto na Espanha foram 57%.

“Se o topo do ranking desconsiderasse aqueles que leem apenas uma vez por semana, o resultado geral por país cairia a 30%, com a China no topo (36%), e o Reino Unido em segundo (32%), empatado com a Espanha”, ressalta o relatório divulgado pelo instituto.

A pesquisa foi realizada em 17 países (ver infográfico). Os mais mal colocados foram os Países Baixos e a Coreia do Sul, onde 16% responderam não ler “nunca”

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.