Busca por passagens para visitar Rússia no verão cresce 64%

Moscou, São Petersburgo e Crimeia estão entre destinos mais procurados

Moscou, São Petersburgo e Crimeia estão entre destinos mais procurados

Maksim Blinov/RIA Nôvosti
Cada vez mais estrangeiros, sobretudo da Europa, China, México, Tailândia, Japão e Coreia do Sul, demonstram interesse em visitar a Rússia no verão. A pedido da Gazeta Russa, o agregador de serviços de viagens Momondo selecionou os voos mais baratos para Moscou e outras regiões russas partindo de várias cidades do mundo, incluindo Rio de Janeiro.

O interesse dos turistas estrangeiros em visitar a Rússia durante o verão, na metade do ano, tem se revelado maior este ano. De acordo com o Momondo, o número de buscas relacionadas disparou 64% em comparação com o mesmo período em 2016.

Os visitantes individuais de países europeus estão entre os que mais procuram passagens aéreas para o país, com maior prevalência entre alemães (as buscas subiram 140% em relação a 2016), italianos (224%), espanhóis (115%) e franceses (82%).

Apesar do regime de isenção de vistos, os chineses não estão incluídos este ano no ranking de reservas individuais. Segundo os pesquisadores, isso se deve ao fato de os chineses geralmente preferirem viajar em excursões para a Rússia.

Entre os destinos mais procurados no país está Moscou, cujo aumento de buscas por passagens cresceu 75% em um ano. Logo atrás vem São Petersburgo (53%) e Crimeia (o número de pesquisas de bilhetes aéreos para Simferopol aumentou em 66%).

Os dados fornecidos por outro buscador de passagens aéreas, o Kayak, também revelam um crescente interesse pelo turismo no país. 

Ao longo do último ano, o site registrou um aumento da procura por bilhetes aéreos em países como México (97%), Tailândia (67%), China (55%), Japão (44%). Turquia (37%) e Cingapura (35%).

#PartiuMoscou?

Segundo o Momondo, as passagens áreas mais baratas para Moscou partindo do Rio de Janeiro saem por US$ 1.020 na primavera, e US$ 1.048 no verão.

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.