Pútin oferece condolências às vítimas de atentado em Londres

Atentado na capital inglesa deixou cinco mortos e outros 40 feridos

Atentado na capital inglesa deixou cinco mortos e outros 40 feridos

Reuters
Líder russo clamou novamente por esforços conjuntos na luta contra o terrorismo.

O presidente russo Vladímir Pútin ofereceu condolências à primeira-ministra britânica, Theresa May, em resposta às trágicas consequências do ataque terrorista no centro de Londres nesta quinta (22), informou a assessoria de imprensa do Kremlin.

“É óbvio que todos os membros da comunidade mundial realmente precisam unir forças para enfrentar a ameaça terrorista”, expressou Pútin, em um telegrama destinado à premiê do Reino Unido.

“As ações dos terroristas são cada vez mais ardilosas e descaradas”, acrescentou o líder russo, que transmitiu palavras de conforto às famílias dos mortos e desejou uma rápida recuperação a todos os feridos.

Na última quinta-feira, um homem espalhou terror nos entornos do Parlamento britânico ao atropelar diversos pedestres e atacar com uma faca um policial que vigiava o acesso ao edifício. O terrorista foi morto a tiros por agentes de segurança no local.

O atentado deixou cinco mortos, incluindo um policial, e outros 40 feridos.

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.