Como prever o tempo (a la russa)

Muitas aldeias russas não têm parabólicas ou rádio até os dias de hoje

Muitas aldeias russas não têm parabólicas ou rádio até os dias de hoje

Vladímir Smirnov/TASS
Plantas, pássaros e animais indicam calor, chuva e até furacão.

Muitas das aldeias espalhadas pelo vasto território da Rússia não têm, até hoje, antenas parabólicas ou rádio. Então, como prever as condições climáticas a fim de se precaver e cultivar os campos em um frio intenso ou calor abrasador? É simples: por meio dos sinais presentes na antiga mitologia eslava e no folclore!

Transmitidos pelo boca-a-boca ao longo dos séculos, ainda hoje eles são os “barômetros” e "termômetros" não só daqueles que vivem nas aldeias, mas também dos habitantes das cidades. Abaixo estão alguns sinais que ajudam os russos a enfrentar as intempéries.

Indício de inverno

Gato, gralha e pardal, quietos ou agitados, indicam como será inverno. / Foto: Aleksêi Malgavko/RIA NôvostiGato, gralha e pardal, quietos ou agitados, indicam como será inverno. / Foto: Aleksêi Malgavko/RIA Nôvosti

O gato que dorme enroladinho, cobrindo o focinho com a pata; a gralha que esconde o bico sob a asa; os pardais que se ocultam em meio à ramagem seca e os dom-fafes (Pyrrhula pyrrula) fazendo alarido: todos eles são indícios que anunciam a iminente chegada do frio.

A explicação é simples: o gato, a gralha e os pardais procuram um lugar quentinho para se proteger do frio, enquanto o dom-fafe é um passarinho bem adaptado ao inverno e está chamando o frio, alegrando-se com a aproximação da “sua” época do ano.

Entre os sinais observados durante o inverno também há aqueles que anunciam a chegada do período de degelo ou a aproximação da primavera.  Por exemplo, o céu azul sobre a floresta ou crepúsculos vespertinos que se extinguem rapidamente.

A fumaça que saía da chaminé em uma coluna uniforme e ininterrupta prenunciava bom tempo e a que fluía desordenadamente em diferentes direções, ao contrário, era indício de tempestade iminente.

Indícios de primavera 

Neve derretendo pelo norte ou pelo sul mostra como será primavera.Neve derretendo pelo norte ou pelo sul mostra como será primavera.

O longo inverno russo obrigava e ainda obriga a procurar indícios de degelo – afinal, quando é que virá o sopro da verdadeira primavera? 

Desde tempos imemoriais acredita-se que, se a neve está derretendo do lado norte, se as cotovias aparecem e se o gato começa a dormir no chão, então o calor virá em breve e será duradouro.

Porém, se são os tentilhões que estão voando por aí, se a neve está derretendo do lado sul e muita água está correndo, então, infelizmente, vai esfriar novamente.

Indício de verão

Sapos coaxando significavam chuva. / Foto: Konstantin Chalabov/RIA NôvostiSapos coaxando significavam chuva. / Foto: Konstantin Chalabov/RIA Nôvosti

O verão na Rússia é curto e, em muitos lugares, árido. Se a chuva não vem, também não há colheita. Por isso, no verão, as pessoas ficavam observando se as flores estavam se fechando, se os sapos coaxavam no lago, se os lagostins rastejavam para as margens e se o trovão ribombava ininterruptamente. Tudo isso prenunciava chuva. 

As geadas repentinas eram outra ameaça que assombrava os antigos eslavos durante o verão. Por isso, eles observavam os pássaros, as abelhas e o sol. Se os passarinhos estivessem fazendo grande alarido e voando baixo, se enxames de abelhas passassem voando rapidamente e se anéis fossem visíveis em torno do sol, então podia-se esperar pelo frio.

Indício de outono

Patos são melhor sinal no outono, pois indicam demora do frio intenso a chegar./ Foto: Aleksandr Kriajev/RIA NôvostiPatos são melhor sinal no outono, pois indicam demora do frio intenso a chegar./ Foto: Aleksandr Kriajev/RIA Nôvosti

No foco do outono estão a sorveira (pequena árvore da família das Rosáceas), cogumelos, nozes, patos, coelhos e esquilos.

Se a sorveira floresce tardiamente, então o outono será longo. A fartura de frutos prenuncia um inverno frio e se suas folhas murcham e não caem, permanecendo quase até a chegada do inverno nos ramos, então virá um frio intenso.

Se há muitas nozes, mas não cogumelos, então pode-se esperar muita neve e frio intenso. 

Um bom sinal é ver patos nadando no rio mesmo sob a chuva fria. Isso significa que o frio intenso ainda vai demorar a chegar. Se o pelo das lebres fica branco ou se o esquilo constrói seu ninho no alto, então é preciso se preparar para um inverno bem rigoroso.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.