Donald Trump e os novos Estados Unidos da Rússia

Evento pré-posse de Trump ocorreu no Lincoln Memorial, em Washington

Evento pré-posse de Trump ocorreu no Lincoln Memorial, em Washington

Reuters
Na noite anterior à sua cerimônia oficial de posse, o 45o presidente americano viu explodir durante o show de pirotecnia que fechou o evento as letras USR em vez das planejadas USA, que correspodem à sigla de seu país. No Twitter, o erro tornou-se a mensagem viralizada, assumindo como mais uma vitória dos hackers russos.

Um show espetacular de fogos de artifício na véspera da posse do novo presidente americano provou ter sido uma verdadeira explosão online, quando os expectadores de queixo caído da pirotecnia viram as letras “USR” em vez de “USA” explodir no céu. O erro rapidamente levou os usuários do Twitter a dizerem que a Rússia tinha “hackeado” o show. 

Fonte: YouTube/Augie Dog

Em sua última noite antes de torna-se oficialmente o 45º presidente dos Estados Unidos, Donald Trump organizou um concerto pré-posse em Washington. O evento culminou com os fogos de artifício, com o céu acima do Lincoln Memorial adornado de bandeiras americanas e as três letras. Mas o que estava previsto explodir era um “USA”, mas que pareceu muito mais “USR”.

"Abra a vodca. Os fogos de artifício acabaram de soletrar #USR em vez de USA. Obrigado, Rússia aka URSS."

"Nascido em US… e?"

"#USR… falta um S."

Alguns tuítes sugeriram que tudo foi uma brincadeira planejada pela equipe responsável pelos fogos. Mesmo assim, a maioria dos comentários afirmou que os fogos soletraram “Estados Unidos da Rússia, sem dúvida” [sigla em inglês USR, United States of Russia] e continuaram comentando sobre a ideia de Moscou ter hackeado a comemoração.

"Não de novo… parede que a Rússia agora hackeou o show de fogos de artifício organizado pelo concerto de pré-inauguração de Trump #USR"

O erro acabou criando uma nova hashtag - #USR - que no Twitter russo já tinha sido proposta para ser usada quando a suposta intromissão russa estava sendo discutida.

Publicado originalmente pelo rt.com

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.