Rússia lançará ranking global de universidades

Ranking será baseado em 34 indicadores, incluindo internacionalização

Ranking será baseado em 34 indicadores, incluindo internacionalização

Serguêi Konkov/TASS
Primeiro ranking universitário global compilado na Rússia irá avaliar instituições de ensino superior não só nacionais, como da Ásia, América do Sul e Europa Oriental.

Um novo ranking de universidades internacionais, e o primeiro compilado na Rússia, será publicado anualmente a partir de 2017. A avaliação irá considerar universidades tanto russas como estrangeiras, com foco em Brics (Brasil, Índia, China), Japão, Irã, Turquia e países da CEI (ex-repúblicas soviéticas, exceto bálticos e Geórgia).

Para isso, a ideia é que o corpo de avaliação do ranking, intitulado “Três Missões das Universidades”, também seja composto por especialistas internacionais.

O anúncio foi feito no último dia 2 de novembro pelo reitor da Universidade Estadual de Moscou e presidente da União Russa de Reitores, Víktor Sadôvnitchi.

“Rússia é um país com história muito rica e fortes tradições no sistema educacional”, disse Sadôvnitchi, durante a coletiva de imprensa para o lançamento do ranking.

“Muitos países aprenderam com nosso sistema educacional, e fomos exemplo até para os desenvolvidos, que hoje são líderes em vários rankings; nosso sistema merece um olhar mais profundo, ser compreendido e usado em prol de nosso desenvolvimento.”

O ranking se baseará em 34 indicadores, divididos em cinco categorias: Educação (40% da avaliação), Ciência (30%), Internacionalização, Estabilidade e Potencial de Desenvolvimento, e Educação à Distância (10% cada), segundo o reitor.

O novo ranking global de universidades foi elaborado pela União Russa de Reitores e pela Academia Russa de Ciências após solicitação do presidente Vladímir Pútin.

A lista será compilada pela Associação Russa de Compiladores de Rankings, cujos fundadores incluem o centro de pesquisa Expert RA e o VTsIOM (Centro Russo de Pesquisas de Opinião Pública).

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.