Portal facilita busca por bolsas em universidades russas

Cerca de 15 mil estrangeiros por ano recebem bolsas para estudar na Rússia

Cerca de 15 mil estrangeiros por ano recebem bolsas para estudar na Rússia

ShutterStock/Legion-Media
Além de ajudar na escolha conforme o perfil do estudante, ferramenta on-line agiliza candidatura. Interessados podem se inscrever em processos de até seis universidades.

A Rússia relançou esta semana uma plataforma para ajudar estrangeiros que queiram uma bolsa para estudar em uma universidade no país. O portal ajuda a escolher a instituição conforme o perfil e fazer a inscrição on-line no processo.

Para o banco de dados de “As melhores universidades russas: escolha a sua” foram selecionadas 207 universidades das quase 900 existentes no país.

Os critérios para seleção das universidades listadas foram rígidos, segundo Dmítri Gujelia, vice-chefe da Rossotrudnitchestvo (Agência Federal de Assuntos da CEI, Compatriotas no Exterior e Cooperação Internacional Humanitária).

“Todas as universidades da nossa lista devem ter um departamento de prestação de serviço internacional, dormitórios, sites e redes sociais em inglês”, disse Gujelia à Gazeta Russa.

Tudo em um site

O novo portal oferece acesso a informações sobre as 207 universidades russas em um único lugar e facilita o processo de candidatura. Pelo sistema anterior era necessário comparecer pessoalmente ou enviar os documentos por correio.

Além de benefícios e aspectos gerais sobre cada instituição de ensino superior, os visitantes podem conferir suas posições em rankings internacionais, possibilidades de bolsa de estudo, bem como preços de matrícula e acomodação.

Em breve estarão disponíveis também informações sobre a disponibilidade de dormitórios, programas pré-acadêmicos, número de estrangeiros matriculados e infraestruturas esportivas.

Passo a passo

1. O candidato cria uma conta pessoal no site;

2. Carrega seus dados pessoais e anexa os documentos solicitados (digitalizados);

3. Escolhe até seis universidades russas em ordem de prioridade;

4. Envia a solicitação;

5. Pode então acompanhar todo o processo on-line, rastreando seu pedido entre as universidades selecionadas.

15 mil bolsas por ano

Após o envio da solicitação, as informações seguem para as representações da Rossotrudnitchestvo no país de origem do candidato. Os pedidos que forem aprovados no órgão local são encaminhados para o Ministério da Educação russo.

Todos os anos cerca de 15 mil estudantes estrangeiros recebem bolsas de estudo para estudar na Rússia.

“Depois que o pedido é apresentado para avaliação junto ao Ministério da Educação, uma comissão repassa as solicitações e dados para as universidades, conforme a ordem de prioridade definida pelo estudante”, explicou Gujelia.

Caso a primeira universidade rejeite o pedido do candidato, a solicitação vai para a próxima universidade da lista do requerente, e assim por diante.

Os candidatos podem acompanhar pela internet todos os passos e detalhes do processo, incluindo as razões de um possível indeferimento. No caso de candidatos que não falam russo, as universidades recomendam um curso de língua preparatório.

Mas o que acontece se todas as seis universidades declinarem? “O pedido é então enviado para uma sétima universidade, que não foi selecionada pelo candidato, mas que tem escassez de estudantes”, disse Gujelia.

O projeto é realizado pela Rossotrudnichestvo, em colaboração com os ministérios dos Negócios Estrangeiros, e da Educação e Ciência.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.