Bebê de Voronej é registrado com nome de ‘Stálin’

Homenagem a ex-líder soviético foi caso inédito em cartório russo

Homenagem a ex-líder soviético foi caso inédito em cartório russo

Kirill Kalinikov/RIA Nôvosti
No mês passado, outro casal decidiu alterar o nome do filho para 'Pútin' e, em abril, casal registrou criança em homenagem a "Messi" na Rússia.

"Stálin" é um dos trending topics do Twitter na Rússia hoje. O motivo: um casal de Voronej, a 500 quilômetros a sudoeste de Moscou, resolveu registrar o filho recém-nascido com o nome do ex-líder soviético.

A notícia foi divulgada inicialmente pelo jornal local "Volgograd News", com informações do cartório que efetuou o registro.

Os funcionários do cartório ressaltaram que, durante os 14 anos em que se passaram a controlar "nomes raros", nunca se depararam com caso semelhante.

Segundo eles, os nomes mais populares em 2016 na região de Volgogrado foram "Mariana" e "Artiom".

Os nomes masculinos mais incomuns registrados desde janeiro na localidade, de acordo com o periódico "Gorkom", foram Rafael, Kasper, Leonardo, Kniaz ("rei", em russo), Graf ("conde", em russo), Adam, Peresvet (algo como "reluzido", em russo), Lucas, Iropolk, Iunus e Tsézar-Antuan.

Entre as meninas, a lista inclui: Madonna, Afina, Khrustalina, Guertruda, Aurelia, Luiza, Jasmin e Assenefa.

Líderes em voga

Em 30 de agosto, a imprensa russa divulgou que uma família da região russa de Vladímir decidiu alterar o nome de seu filho, "Rassul" - bastante comum, sobretudo no sul do país - para "Pútin".

Já em abril, um casal de Lipetsk registrou o filho em homenagem ao jogador argentino Lionel Messi.

Com informações do portal Lenta.Ru

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.