Pútin pode se unir a DiCaprio em filme 3D sobre Baikal

Pútin e DiCaprio se encontraram em 2010 para discutir questões ambientais

Pútin e DiCaprio se encontraram em 2010 para discutir questões ambientais

Reuters
Presidente russo foi convidado para narrar filme sobre lago siberiano, que é o maior em volume de água do mundo. Objetivo é conscientizar jovens sobre a preservação ambiental.

O ator Leonardo DiCaprio irá narrar um documentário 3D intitulado “Lago Baikal – O Coração do Mundo”, segundo o jornal “Rossiyskaya Gazeta”. A novidade, porém, é que o vencedor do Oscar de melhor ator em 2016 poderá ganhar um parceiro ilustre: o presidente Vladímir Pútin foi convidado a emprestar sua voz para a versão russa.

O anúncio do convite a Pútin foi feito por Ígor Dobrovolski, chefe de produção do documentário, durante uma reunião sobre financiamento estatal de documentários realizada pelo Ministério da Cultura da Rússia, segundo o site proficinema.ru.

Segundo o produtor, embora o presidente ainda não tenha respondido ao apelo, “há grande esperança por uma resposta positiva”.

O documentário, cujo orçamento preliminar foi fixado em cerca de 70 milhões de rublos (US$ 1 milhão), é um projeto internacional que envolve a participação de cineastas chineses, franceses, norte-americanos e russos, e será supervisionado pela diretora Svetlana Rodina-Zaiarskaia.

Esta não é, porém, a primeira vez que um filme sobre o lago Baikal é filmado em formato 3D. Em 2015, uma equipe de cineastas dos EUA e da Rússia de cineastas filmou uma série de sequências de vídeos panorâmicos no Parque Nacional do Baikal para uso em óculos de realidade virtual, como o Google Glass.

Os vídeos serão exibidos em instituições científicas de todo o mundo como parte de um projeto de viagem virtual para crianças em idade escolar chamado Google Expeditions. A ideia é sensibilizar as novas gerações sobre a importância de proteger locais de importância ambiental.

Trata-se também de mais um projeto ambiental envolvendo DiCaprio, que anunciou, em julho passado, o investimento de US$ 15,6 milhões a partir de seu fundo pessoal, a fundação Leonardo DiCaprio, para o desenvolvimento de um programa de proteção do meio ambiente e para a luta contra as alterações climáticas.

Também não é a primeira vez que a imagem do ator norte-americano é associada a Pútin. Em fevereiro foi divulgado que DiCaprio teria iniciado negociações para representar o líder russo em um filme biográfico.

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?    
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.