Igreja Ortodoxa ganha app próprio de mensagens instantâneas

Cerca de mil sacerdotes já utilizam rede social para manter contato com fiéis

Cerca de mil sacerdotes já utilizam rede social para manter contato com fiéis

Serguêi Piatakov/RIA Nôvosti
“Whatsapp” ortodoxo será disponibilizado a partir do segundo semestre e espera atrair até 10 milhões de fiéis na Rússia.

Os membros da comunidade ortodoxa da Rússia já dispõem de uma rede social especial dedicada a eles, a Elitsy, mas agora também poderão se comunicar entre si por meio de mensagens instantâneas.

O serviço, cuja estimativa de potenciais usuários varia entre 7 e 10 milhões, será lançado já no segundo semestre de 2016. A ideia surgiu da necessidade de contato constante entre fiéis e a Igreja, segundo os desenvolvedores.

“O serviço de mensagens, bem como a rede social, fazem parte de uma plataforma única de comunicação da Igreja Ortodoxa Russa”, disse à Gazeta Russa o diretor de desenvolvimento da Elitsy, Ivan Suslin.

“Alguns padres terão direitos mais amplos: eles serão capazes de enviar com agilidade informações para os usuários. Por exemplo, o reitor de uma igreja poderá enviar notícias a todos os fiéis registrados, e o mesmo vale para eparquias e para o Patriarcado”, continuou Suslin.

O vice-presidente do departamento de relações públicas da Igreja Ortodoxa Russa, Vahtang Kipchidze, salienta, no entanto, que, embora apoiado pela igreja, o projeto é uma iniciativa privada.

“Vemos a ideia de criar um serviço de mensagens como um estágio natural no desenvolvimento da rede social Elitsy e acreditamos que vá ampliar as possibilidades de comunicação”, disse ele, acrescentando que a Igreja vê a tecnologia como “um projeto interessante que fornece aos fiéis um espaço para a comunicação intra e intercomunidade”.

A rede social Elitsy entrou em operação em maio de 2014, com a bênção do patriarca russo Kirill. Além de aumentar a interação entre os frequentadores de igreja, o recurso tem facilitado a organização de eventos e a troca de notícias.

Atualmente, cerca de 17 mil paróquias e mais de 100 mil usuários possuem perfil na rede social, incluindo cerca de mil sacerdotes.

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?   
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.