Russo seria um dos três homens-bomba de atentado, diz agência turca

Explosões e tiros deixaram 42 mortos e 238 feridos em ataque na terça-feira

Explosões e tiros deixaram 42 mortos e 238 feridos em ataque na terça-feira

Reuters
Cidadão do Cáucaso do Norte pode estar entre os 13 detidos nesta quinta-feira (30). Autoridades russas ainda não confirmaram nem negaram informação.

Os três homens-bomba que realizaram um ataque terrorista no aeroporto Ataturk, em Istambul, eram de nacionalidade russa, uzbeque e quirguiz, informou a agência de notícias turca Dogan nesta quinta-feira (30).

Os três estrangeiros estão entre as 13 pessoas detidas pela polícia em Istambul nesta quinta, em conexão com o ataque de terça-feira.

Segundo a agência, que cita fontes de segurança da Turquia, um dos agressores seria originário do Daguestão, no Cáucaso do Norte.

Outros veículos de comunicação turcos afirmaram, porém, que o atentado teria sido perpetrado um cidadão nascido na república vizinha da Tchetchênia e chega à Turquia através da Síria.

Mais cedo, o porta-voz do Kremlin, Dmítri Peskov disse não dispor de informações para comprovar ou negar os relatos de que um nacional russo estaria entre os possíveis responsáveis pelo atentado.

“Não tenho que confirmar esse tipo de informação, que é trocada, em primeiro lugar, entre os serviços especiais”, disse Peskov.

O ataque terrorista no terminal internacional do aeroporto de Istambul causou a morte de 42 pessoas, incluindo 13 estrangeiros, e deixou 238 pessoas feridas.

Com material da agência de notícias TASS

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?   
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.