Grávida é salva de ursos e dá à luz no meio de floresta na Sibéria

Em época de acasalamento, ursos costumam ficar mais agressivos e perigosos

Em época de acasalamento, ursos costumam ficar mais agressivos e perigosos

Alamy/Legion Media
Médicos fizeram parto enquanto resgate mantinha animais à distância.

Uma mulher deu à luz uma menina em plena taiga (também conhecida por floresta de coníferas, ou ainda floresta boreal) siberiana, enquanto a polícia e as equipes de resgate rechaçavam ursos em período de acasalamento na mesma região, informou o Ministério da Saúde da República de Iakútia.

Na semana passada, a jovem, que estava grávida de 40 semanas, decidiu se juntar ao marido e outros parentes em uma viagem de pesca na taiga. Quando, no último dia 18, a mulher entrou em trabalho de parto, a família tentou levá-la a um hospital, mas o jipe ficou atolado em um pântano.

“A mulher permaneceu no jipe com sua irmã no meio da floresta, enquanto o marido correu para a estrada na esperança de obter sinal de celular. Caía a noite que seria a mais fria e longa na vida daquela família”, lê-se no site do ministério regional.

A woman gave birth to a girl in Yakutian taiga. Foto: Press photoRecém-nascida foi levada para maternidade na cidade de Mirni Foto: Press photo

O marido conseguiu contatar os médicos, mas, incapazes de chegar ao local de carro, eles foram obrigados a seguir parte do caminho a pé. O parto aconteceu enquanto as equipes de resgate afastavam ursos em acasalamento, época em que ficam mais agressivos e perigosos.

A recém-nascida foi levada para um hospital na cidade Mírni, e tanto a mãe como a bebê passam bem, segundo o comunicado oficial.

Publicado originalmente pela agência de notícias Interfax

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?   
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.