Russos preferem Trump a Clinton, revela pesquisa de opinião

Sob governo Trump, relações bilaterais podem melhorar, acreditam os entrevistados

Sob governo Trump, relações bilaterais podem melhorar, acreditam os entrevistados

Reuters
Postura agressiva e antirrussa de candidata democrata foi destacada por entrevistados, que, em sua maioria, apontaram Trump como “mais disposto para com a Rússia”.

Os russos não estão unidos quando o assunto é o resultado das eleições presidenciais dos EUA em novembro, segundo uma pesquisa da Fundação de Opinião Pública. Enquanto 28% acreditam que a vitória de Donald Trump, do Partido Republicano, seria mais significativa para a Rússia, o sucesso de Hillary Clinton, do Democrata, foi considerado como benéfico por apenas 9%.

Os entrevistados, que foram abordados pouco dias antes das prévias realizadas na terça-feira (7) em seis estados norte-americanos, explicaram que Trump “mostra mais disposição para com a Rússia e as relações bilaterais podem, portanto, melhorar” (14%), enquanto a “rival de Trump não gosta da Rússia” e seria “agressiva” (6%).

Cerca de 37% dos mil entrevistados se mostraram indecisos, e 26% afirmaram que os resultados das eleições nos EUA eram indiferentes para a Rússia.

Entre as opiniões, prevalecem as ideias de que “a atitude dos Estados Unidos em relação à Rússia não vai melhorar, não importa quem seja o vencedor” (6%), e que “se trata de assuntos dos norte-americanos, que nada tem a ver com os russos” (5%).

Hillary se consolidou como a primeira mulher a se tornar candidata presidencial de um grande partido nos EUA, após vencer a principal prévia das seis realizadas na terça-feira (7), a da Califórnia, além das primárias de Nova Jersey, Novo México e Dakota do Sul.

O bilionário Donald Trump garantiu a sua nomeação pelo Partido Republicano para as eleições presidenciais depois da vitória na primária realizada no estado de Indiana, no início de maio. Segundo o “The New York Times”, o empresário já havia assegurado o apoio de 1.239 delegados, contra os 1.237 necessários. Na sequência, o adversário Ted Cruz saiu da corrida.

Com material da agência de notícias Interfax

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?  
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.