Navio turco danifica ponte em construção para a Crimeia

Incidente ocorrido no sábado (19) só veio à tona esta semana

Incidente ocorrido no sábado (19) só veio à tona esta semana

Mikhail Klimentiev/TASS
Colisão não irá atrasar prazo das obras, com conclusão prevista para 2019. Incidente será resolvido no tribunal, declarou empresa responsável pela gestão.

Um navio de carga turco se chocou contra os pilares de uma ponte em construção sobre o estreito de Kertch, que ligará a região russa de Krasnodar à península da Crimeia.

Apesar do impacto, “a construção da ponte, que conectará a Crimeia ao resto do país, não foi afetada”, declarou uma fonte interna à agência Tass na quarta-feira (23).

O incidente ocorreu no sábado passado (19), porém só foi divulgado esta semana.

“Em 19 de março, às 23:25 [horário de Moscou], o navio Lira, sob a bandeira do Panamá e de propriedade da Turkuaz Shipping Corp, desviou da rota recomendada (...) e causou danos na estrutura da ponte em construção”, relatou a fonte.

A embarcação teria destruído o pilar de número 80, incluindo pilastras de 1.020 mm de diâmetro e 58 metros de comprimento, a barra transversal e a parte superior da coluna. Também afetou um farol sobre plataforma e mais dois suportes adjacentes.

De acordo com o centro de informações, a substituição do suporte não resultará em atrasos no prazo de construção da ponte. Esta informação foi também destacada pela Taman, entidade responsável pela gestão de rodovias federais do país.

A expectativa é que a ponte sobre o estreito de Kertch entre em operação em 2019.

“O navio não foi danificado nem a tripulação ficou ferida; o incidente será resolvido no tribunal”, lê-se em nota da Taman.

A embarcação turca permanece ancorada no porto de Taganrog, cidade russa no nordeste do mar de Azov.

Texto originalmente publicado pela agência Tass

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.     

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.