Uma conta para os playboys

Filhos da oligarquia russa mostram que crise não é para todos.

Filhos da oligarquia russa mostram que crise não é para todos.

Shutterstock/Legion Media
Jovens, ricos e cheios de privilégios, eles sambam na cara da sociedade - e registram tudo no Instagram.

A crise econômica, a queda do rublo e as sanções causaram prejuízos para a maioria dos russos. Mas nem todos. A conta do Instagram Rich Russian Kids mostra como os filhos da elite russa sobrevivem à crise.

Em apenas dois meses, a conta alcançou grande popularidade, publicando fotos e vídeos da vida de filhos de empresários e funcionários públicos que as compartilham com os criadores do projeto. 

Na legenda original da conta: "Seu salário de alguns meses..."

Quem são eles?

O criador da conta Rich Russian Kids disse à Gazeta Russa que prefere não ser identificado. Ele passou a maior parte de sua vida no exterior, e também é representante da "juventude de ouro" russa. Muitos dos retratados são seus amigos e conhecidos. 

Видео опубликовано Rich Russian Kids (@richrussiankids)

Na legenda original da conta: "Ninguém precisa do salário mensal dele ou o quê?"

Na legenda original da conta: "Como começou seu dia em Moscou?"

 "Na Rússia, as pessoas se relacionam de maneira diferente com os filhos de oligarcas. Moços e moças vivem de maneira diversa da de seus análogos no exterior: tudo aquilo que lhes permitem em Moscou não tem o menor sentido para eles nos EUA e na Europa. Muitas vezes, as leis no país garantem os interesses da pessoas [influentes], e não o contrário", diz o criador da conta.

Eles fazem o que bem entendem. Impunemente, como no vídeo abaixo, gravado em Makhatchkalá, no Cáucaso do Norte.

Na legenda original da conta: "Quando o trânsito está, de novo, do seu lado"

Na legenda original da conta: "Todo mundo leva seus bichinhos de estimação para passear de maneira diferente. Você, por exemplo, anda com o cachorro entre prédios de cinco andares"

"O objetivo da conta é ajudar pessoas abastadas a conhecerem outras pessoas, das quais podem surgir projetos de negócios interessantes. Mostro um pessoal com possibilidades, que não tem pares em Moscou ou em outras cidades russas. Os estudantes sempre têm muitas ideias e projetos interessantes, mas têm medo de se aproximar dos investidores e bancos em busca de crédito", diz o criador.

Apesar do intuito declarado, ele não cita nenhum exemplo de parceria ou apresentação do gênero.

"Exibidos"

Para a maioria dos "garotos mais ricos", participar o Rich Russian Kids é mais uma plataforma de marketing pessoal de suas próprias contas no Instagram que uma maneira de conhecer gente.

O Rich Russian Kids também retrata algumas garotas.

Na legenda original da conta: "A vida como no seu sonho mais lindo"

Uma delas é Aleksandra Malinskaia filha de um empresário russo que, desde pequena, conhece os sonhos mais lindos no mundo real: viaja o mundo, estudou na Europa e hoje, aos 18 anos, termina a escola e se prepara para ingressar na escola de diplomacia MGIMO.

Se ela está atrasada para a escola, então o motorista particular liga uma sirene no carro e escapa do trânsito. Nunca passa muito mais de seis meses em Moscou, e aguarda a passagem do inverno russo no exterior. Uma vez por mês, sem falta, voa para o mar ou estações de ski nas montanhas.

Na legenda original da conta: "Você está pronto para ouvir 'não'?"

Outro protagonista da conta é Aleksandr, de 19 anos, que, segundo o próprio, leva uma vida "chata e insignificante". As fotos dele são cheias de iates, aviões, carros caros. Ele passou a maior parte da vida no exterior, estudou na Itália e na França. Mas, no final, teve saudades da família e dos amigos na terra natal, por isso voltou para casa e passou na faculdade de administração governamental. 

Na legenda original da conta: "Enquanto você planta uma horta na casa de campo, a gente navega de iate"

Já Danil prefere publicar seus selfies com pessoas importantes relacionadas a seus amigos e família. Por exemplo, na foto com Pútin. 

Na legenda original da conta: "Festa com os amigos mais chegados"

Na legenda original da conta: "Mando um 'oi' com o tio Serioja [o ministro dos Negócios Estrangeiros, Serguêi Lavrov]"

Ele conta que tem uma vida modesta em Moscou e não fica exibindo a riqueza.

"Estudo na MGU [Universidade Estatal de Moscou], na faculdade de administração, e muitos colegas com que eu nem falo gritam que eu sou um playboy. Eles invejam minha situação na vida e consideram que tudo é fácil. Mas, diferentemente deles, eu, aos 19 anos, já trabalho e me preparo para tirar o segundo diploma de ensino superior", disse à Gazeta Russa.

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.