Uma linha direta para dúvidas da língua

Inform service russian language

Inform service russian language

Lori / Legion-Media
Serviço de informações sobre gramática russa funciona desde 1950 e já passou por cartas, telefone e e-mail. Mas raramente é buscado por estrangeiros.

Onde colocar uma vírgula, como pronunciar corretamente uma palavra ou nome? O Serviço de Informações sobre o idioma russo fornece, gratuitamente as respostas para todas essas questões.

O serviço surgiu na década de 1950, no Instituto de Língua Russa Vinogradov de Moscou, e funcionava por meio de cartas. Mais tarde, na década de 1970, já havia uma linha telefônica para assistência em tempo real.

"Continuamos a nos comunicar na forma escrita, mas agora as pessoas escrevem e-mails, que são até mais numerosos do que as cartas. Nosso recorde é de 100 perguntas por dia, mas o número de pessoas que telefonam varia entre 20 e 30”, explica Oksana Gruntchenko, coordenadora do serviço.

Atualmente, os operadores não pedem para as pessoas se identificarem, mas dizem já ter reconhecido muita gente famosa: apresentadores de TV e jornalistas.

Ministérios, como o dos Negócios estrangeiros e o da Defesa também contatam o serviço com frequência.  

Sem  estrangeiros

Os estrangeiros, porém, raramente procuram o serviço. Assim, os operadores lembram-se sempre deles.

“Acredito que, se for necessário, nossos funcionários poderiam responder às perguntas em inglês”, afirma Gruntchenko.

"Já respondi uma chamada desse tipo, e a pessoa queria que eu explicar a diferença no significado dos verbos de movimento. Eu percebi porque ela falava com sotaque", diz Irina Kuznetsova, chefe do serviço.

O serviço conta com sete funcionários assalariados - pós-graduandos e funcionários do instituto - e atende seis horas por dia. "Todos eles são muito entusiasmados com o trabalho”, diz Gruntchenko.

"Acho que o prazer de trabalhar no Serviço de Informações é parecido com o de um professor ao compartilhar os seus conhecimentos", completa.

Em São Petersburgo, um serviço similar funciona no Instituto de Pesquisas Linguísticas da Academia Russa de Ciências. Ali também trabalham pós-graduandos e funcionários do instituto, mas o trabalho é voluntário e não remunerado.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.