Barra de 75 kg é roubada do topo do monte Elbrus

Atleta perdeu dentes e teve queimaduras nos olhos para levar barra ao topo do Elbrus

Atleta perdeu dentes e teve queimaduras nos olhos para levar barra ao topo do Elbrus

Arquivo pessoal
Objeto sumiu uma semana depois de halterofilista deixá-lo a 5.600 metros de altura. Valor da barra pode ter motivado o furto.

Depois de preparar-se por meses a fio e perder 20 quilos, o halterofilista de Murmansk Andrêi Roditchev fez uma escalada inédita ao Elbrus, a montanha mais alta da Europa: carregou consigo uma barra de 75 kg a uma altitude de 5.600 metros. Uma semana após, o objeto foi roubado.

Uma foto na internet mostra um desconhecido de máscara descendo a montanha com a barra desmontada, divulgou o site Medialeaks.ru.

Embora a identidade do ladrão não tenha sido identificada, os usuários de redes sociais supõem que o motivo do furto seja o preço da barra, que pode custar cerca de US$ 1.500.

A ideia de Roditchev era deixar o objeto na montanha para que se tornasse um monumento à capacidade humana. Ele também queria chamar a atenção para os problemas de sua região.

Durante a subida, o atleta perdeu dois dentes, devido à desmineralização, e sofreu queimaduras nos olhos depois de abandonar o gorro e os óculos na descida.

Publicado originalmente pelo site nashgorod.ru

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.