Rússia lança cartilha da ‘selfie segura’

Preocupado com o crescente número de selfies que resultaram em ferimentos e mortes, o Ministério do Interior da Rússia lançou a campanha da ‘selfie segura’, que inclui um folheto ilustrado com alerta para fotos em situações de risco.

  
Imagens veiculadas em cartilha recém-lançada pelo governo

O Ministério do Interior da Rússia apresentou, nessa terça-feira (7), o guia “Tire selfies seguras – Uma selfie descolada pode custar a sua vida”, com o objetivo de reduzir o número de vítimas fatais de selfies e brecar a atual tendência de tirar fotos de si mesmo em situações de risco.

“Pelo menos 100 pessoas ficaram feridas em 2015 tentando tirar selfies, e dez morreram”, disse a porta-voz da pasta, Elena Alekseieva, durante a entrevista coletiva de lançamento da campanha.

No sábado passado (4), uma mulher de 21 anos morreu depois de cair de uma ponte no Centro Internacional de Negócios de Moscou, onde estava tentando tirar uma selfie. Em maio, outra jovem moscovita ficou ferida ao posar para uma selfie com uma pistola e acidentalmente atirar em si mesma.

“Antes de tirar uma selfie, verifique se você está em um lugar seguro e nada está colocando a sua vida em risco”, diz o Ministério do Interior em um comunicado publicado em seu site, juntamente com o folheto. “Milhões de ‘curtidas’ em redes sociais não valem sua saúde ou vida”, alerta o livreto logo na capa.

Com duas páginas, a cartilha apresenta imagens que copiam placas de trânsito, indicando a proibição de selfies em trilhos de trem, lugares montanhosos ou sobre telhados, entre outras situações de risco.

Todas as imagens são acompanhadas por advertências. “Tirar uma selfie na direção pode encurtar seu caminho” e “Selfies com armas de fogo matam” são algumas delas.

“Esperamos que pessoas de diferentes idades e de todas as regiões da Rússia apoiem a nossa campanha”, lê-se no comunicado, que convida as pessoas a enviar novas imagens de advertência ao Ministério do Interior.

Os folhetos serão distribuídos durante as aulas de segurança nas escolas e em eventos públicos de grande escala.

 

Com materiais da agência de notícias Tass e do jornal The Moscow Times

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.