Olimpíadas de Sôtchi lideram buscas do Google na Rússia

Os três assuntos que lideraram o top mundial – Robin Williams, Copa do Mundo e vírus Ebola – não tiveram o mesmo apelo junto ao público russo Foto: Shutterstock

Os três assuntos que lideraram o top mundial – Robin Williams, Copa do Mundo e vírus Ebola – não tiveram o mesmo apelo junto ao público russo Foto: Shutterstock

Séries de TV nacionais e concurso de música Eurovision foram outros destaques do ranking em 2014.

Esqueça as guerras e os problemas econômicos: os Jogos Olímpicos de Sôtchi lideraram as buscas do Google na Rússia este ano.

O vice-campeão do ranking foi Janna Friske, estrela do pop russo que está lutando contra um câncer e recentemente foi parar nas manchetes por causa de uma iniciativa controversa para arrecadar fundos usados no tratamento da doença.

As posições número três, seis e sete ficaram com séries de TV nacionais. “Fizruk”, o terceiro colocado, é uma comédia sobre um mafioso russo que trabalha como professor de ginástica em uma escola.

O concurso de música “Eurovision”, um dos favoritos no país, ficou com quarto lugar. A controvérsia gerada pelo vencedor deste ano, o travesti austríaco Conchita Wurst, certamente ajudou a aumentar a busca pelo assunto.

A reanexação da Crimeia à Rússia, em março passado, não só resultou em insatisfação no Ocidente, mas garantiu a quinta posição entre os itens mais buscados no Google em 2014.

Já as notícias gerais sobre a Ucrânia, ficaram em nono lugar, mostrando que o interesse da população pela insurgência pró-russa no leste da Ucrânia não foi, talvez, tão grande quanto se imaginava.

Na lanterninha do Top 10 veio o iPhone 6. O rublo, que entrou em queda livre esta semana, chegou tarde para o ranking e, por isso, não foi incluído na relação.

Os três assuntos que lideraram o top mundial – Robin Williams, Copa do Mundo e vírus Ebola – não tiveram o mesmo apelo junto ao público russo.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow Times

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.