Gatos com pedigree de inadimplentes entram na mira de oficiais de Justiça

Apreensão de animais de estimação por falta de outros bens está se tornando prática comum na Sibéria Foto: wikicommons

Apreensão de animais de estimação por falta de outros bens está se tornando prática comum na Sibéria Foto: wikicommons

Os cidadãos russos que devem dinheiro ao governo podem ocasionalmente encontrar alternativas para ocultar seu dinheiro, mas alguns foram obrigados a pagar depois de mostrar seus gatos de raça.

Oficiais de Justiça fizeram um residente de Novosibirsk pagar os quase US$ 200 que devia em impostos atrasados, depois de ameaçarem confiscar o gato com pedigree do devedor e seus três filhotes, informou a agência de notícias Interfax.

Quando eles chegaram ao apartamento do jovem, não encontraram nada que pudessem tomar como pagamento pelo imposto, já que o rapaz morava com os pais, ainda frequentava a faculdade e não possuía renda fixa.

“Então, um dos oficiais percebeu o gato bonito que o devedor estava segurando em seus braços, e três filhotes de gato de pelo curto inglês que estavam correndo pela casa”, lê-se na nota publicada pela Interfax. “Como os animais têm pedigree e são caros, o oficial decidiu apreendê-los.”

Enquanto o representante do Estado preenchia o pedido de apreensão dos animais, o rapaz “inesperadamente” surgiu com o dinheiro que devia, segundo a reportagem.

No início deste ano, oficiais de Justiça em Tomsk, também na Sibéria, levaram consigo quatro gatos da raça Scottish Fold, depois de descobrir que o empresário devedor não dispunha de outros bens. Em outra situação semelhante, um gato Sphynx (ou pelo canadense) foi igualmente apreendido em um caso de dívida não paga.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow Times

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.