Ensino de russo pode virar obrigatório em faculdades da Coreia do Norte

Líder norte-coreano Kim Jong-un, que está sumido há alguns dias, vinha reforçando necessidade de ensinar russo nas instituições de ensino superior do país Foto: wikipedia.org

Líder norte-coreano Kim Jong-un, que está sumido há alguns dias, vinha reforçando necessidade de ensinar russo nas instituições de ensino superior do país Foto: wikipedia.org

Programa nacional de educação dará ênfase à aprendizagem de idiomas estrangeiros.

A liderança da Coreia do Norte ressaltou repetidas vezes a necessidade de aprender línguas estrangeiras nas escolas locais. Além do inglês e do russo, os norte-coreanos também deverão ter a opção de aprender as línguas chinesa e japonesa.

“Em várias ocasiões foi sublinhada a importância de fortalecer o ensino de língua estrangeira nas universidades”, informaram representantes do governo federal.

Por meio de medidas do gênero, as autoridades norte-coreanas têm expectativa de facilitar o acesso à alta tecnologia estrangeira e melhorar a situação econômica interna.

Desde 2012, a educação básica na Coreia do Norte, que compreende um período de 12 anos, tornou-se gratuita.

As escolas especializadas em línguas estrangeiras são muito populares no país. Entre as instituições de ensino superior que oferecem cursos de língua estão as conhecidas Universidade Kim Il-sung, Universidade de Tecnologia Kim Chaek e Universidade de Estudos Estrangeiros de Pyongyang.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.