Motoristas russos expressam suas ideias em forma de adesivos

A Gazeta Russa decidiu investigar a moda dos adesivos para carros na Rússia.

É cada vez mais comum encontrar nos carros russos os mais variados adesivos, por meio dos quais os motoristas brincam, expressam suas preferências políticas ou até mesmo ganham dinheiro.

A Sticker Ride é uma start-up jovem de Moscou, criada há alguns anos e que propõe remunerar proprietários de automóveis que deixem colar adesivos publicitários em seus veículos. O principal projeto da Sticker Ride é um aplicativo de celular que permite monitorar por onde andou e quantos quilômetros percorreu um carro com adesivo. É com base nas distâncias percorridas e no número de pessoas nas ruas no momento em que o carro estava em movimento que se determina o "salário" do proprietário do veículo. Segundo o criador do projeto, Mikhail Martchenko, não dá para ganhar uma fortuna, mas a atividade permite cobrir o custo da gasolina. São os proprietários que escolhem que tipo de adesivo querem colar em seu carro, e a aplicação é feita pelos funcionários da Sticker Ride.

A jovem empresa não tem o monopólio do setor: ao digitar "publicidade para carros" em mecanismos de busca aparecem dezenas de sites que oferecem centenas de campanhas diferentes.

Brincadeira

Mas nem todos os moscovitas colam em seus carros adesivos com o intuito de ganhar um dinheiro extra. Muitos fazem isso sem qualquer interesse financeiro, escolhendo o adesivo simplesmente de acordo com suas crenças, valores de vida e humor. Nas lojas online é possível encontrar a preços bem módicos adesivos de qualquer tamanho e com qualquer tipo de mensagem. Se o motorista desejar, pode cobrir o carro todo com adesivos. No entanto, o mais comum é o dono do veículo se limitar a colocar um pequeno adesivo no vidro traseiro. Esse adesivo pode ser algo bem funcional, como a letra "Y" dentro de um triângulo vermelho, indicando que o motorista é novato, ou a frase "Criança a bordo", mas também pode ser algo mais especifico, com uma mensagem que o proprietário do carro quer compartilhar com todo mundo.

Por exemplo, é comum ver jipes imensos com letras garrafais dizendo "Fuck fuel economy". Outra opção de brincadeira que esbarra no politicamente incorreto é a frase "Yahoooeoi com estas estradas" (que faz aqui um jogo de palavras com o nome do site de busca Yahoo e um palavrão que expressa admiração pela qualidade do asfalto das estradas russas) ou desenhos com o "número de velhinhas que já acertei", onde esquematicamente as imagens das velhinhas são associadas às estrelas que durante a Segunda Guerra Mundial os pilotos pintavam nas aeronaves para cada inimigo abatido.

Gasolina

Também popular é o adesivo com o personagem Simon’s Cat, colado em algum lugar perto da tampa do depósito de combustível. O gato é geralmente representado com fome e com a tigela vazia, dando a entender que o carro também "quer comer". O adesivo serve, em primeiro lugar, para mostrar exatamente onde fica o tanque de combustível do automóvel e, em segundo lugar, ele costuma especificar que tipo de gasolina o carro "prefere". Tudo isso ajuda os motoristas mais preguiçosos a não ter que gastar tempo com explicações para os funcionários do posto, afinal está tudo indicado diretamente no carro, e de uma forma divertida.

Manifesto político

Há relativamente pouco tempo os adesivos se tornaram também uma ferramenta de afirmação política. Cerca de um ano atrás, quando a principal notícia entre os russos era a eleição para prefeito de Moscou, ficou fácil ver na capital carros com o adesivo "Naválni" no vidro traseiro. Colar adesivos nos carros foi uma das maneiras que os partidários do candidato da oposição, Aleksêi Naválni, encontraram para compensar a falta de atenção por parte dos canais públicos em relação ao politico. O candidato teve 27% dos votos na eleição e a porcentagem de pessoas que passaram a conhecê-lo aumentou significativamente.

Agora que está sob prisão domiciliar, Naválni praticamente desapareceu da mídia e os carros com seu nome em Moscou já são muito poucos. Em compensação, nas lojas online surgiram adesivos para carro com a imagem de soldados russos na Crimeia, em uma espécie de reflexo dos tempos atuais.

Símbolo patriótico

Uma vez por ano, o número de adesivos nos carros moscovitas aumenta significativamente. Isso acontece no início de maio, pouco antes do feriado do Dia da Vitória, comemorado no dia 9 de maio. O Dia da Vitória talvez seja de fato o único feriado verdadeiramente patriótico na Rússia. Nessa data, é tradição homenagear os veteranos da Segunda Guerra Mundial e isso se reflete também nos carros: eles são enfeitados para o feriado com adesivos de estrelas vermelhas, adesivos de fitas de São Jorge (e com as próprias fitas de São Jorge) e mensagens como "Agradeço ao meu avô pela vitória!" ou "Eu me lembro, eu me orgulho!". Às vezes pode-se ver o apelo "Para Berlim!" na lateral de carros importados: durante a guerra, era essa a frase que os soldados escreviam nos tanques e aviões que rumavam para Ocidente. Normalmente, depois que passa o Dia da Vitória, esses adesivos são removidos dos carros, mas há exceções: tendo coberto o carro inteiro com símbolos do 9 de maio, um moscovita acabou por nunca retira-los e anda com os adesivos o ano todo no automóvel. "Depois que colei estes adesivos no carro, os policiais não me pararam nem uma única vez e nunca me pedem os documentos, apenas sorriem", diz ele satisfeito.

Marca da vergonha

Fonte: YouTube

Alguns adesivos podem aparecer colados no seu carro contra a sua vontade. A organização Stopkham (que em russo significa “travar a falta de cidadania”) luta contra os motoristas que não obedecem às regras de estacionamento, colando muitas vezes no para-brisas de carros estacionados em lugares indevidos adesivos redondos e gigantes com as palavras "Estou pouco me lixando para os outros, estaciono onde quero". Muitas vezes os motoristas, depois de testemunharem essa abordagem tão original, correm para arrancar os adesivos e ao mesmo tempo brigar com os coladores dos “stopkham”. Estes, por sua vez, filmam tudo em vídeo e colocam na Internet, por isso os adesivos podem desempenhar o papel de “marca da vergonha”. No entanto, não é difícil se livrar dessa marca: os coladores dos "stopkham" garantem que seus adesivos saem facilmente e não deixam vestígios nos carros.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.