Mais de 40 regiões russas fornecem abrigo para refugiados ucranianos

Mais de 30.000 ucranianos já entraram com pedido de estatuto de refugiado Foto: AP

Mais de 30.000 ucranianos já entraram com pedido de estatuto de refugiado Foto: AP

Cidadãos foram forçados a fugir em meio ao conflito militar em curso no sudeste da Ucrânia.

“Mais de 40 regiões [russas] acomodam um grande número de pessoas e fornecem abrigo temporário”, declarou o ministro para Situações de Emergência, Vladímir Puchkov, em entrevista ao canal Rossiya-24.

A maioria dos refugiados ucranianos se dirigem para a região russa de Rostov e para a recém-anexada República da Crimeia, na fronteira com a Ucrânia. De acordo com Puchkov, a frota aérea do ministério também ajuda tais pessoas a seguirem para outras partes da Rússia.

O ministro informou que o órgão usa helicópteros e aviões Ilyushin Il-76 para o transporte de refugiados e, atualmente, parte deles estão programados para voos à região de Vladímir, na Rússia central, e para a República da Basquíria, à margem do rio Volga.

O porta-voz do departamento responsável pelo transporte, Aleksandr Drobichevski, declarou também que cerca de 25.000 refugiados ucranianos, incluindo quase 9.600 crianças, permanecem atualmente em asilos temporários na Rússia.

Segundo ele, mais de 12.000 pessoas já foram transportados por aviões do ministério, bem como por transporte terrestre, a partir da Crimeia e da região de Rostov.

O chefe do Serviço Federal de Migração, Konstantin Romodanovski, divulgou que mais de 30.000 ucranianos já entraram com pedido de estatuto de refugiado ou refúgio temporário junto ao órgão.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.