Mais de 90% dos russos avaliam adesão da Crimeia como “decisão certa”

Apenas 10% dos entrevistados recomendam negociações em nível internacional para justificar a legitimidade da anexação Foto: RG

Apenas 10% dos entrevistados recomendam negociações em nível internacional para justificar a legitimidade da anexação Foto: RG

Em pesquisa do Centro de Estudo de Opinião Pública da Rússia (VTsIOM), 94% dos entrevistados aprovaram a mudança política na Crimeia e na cidade portuária da península de Sevastopol. A população dessas localidades é predominantemente falante de língua russa, além de a região abrigar a frota naval russa no mar Negro.

Três meses após a reunificação com a Rússia, 92% dos respondentes avaliaram a decisão como definitiva e irreversível.

Políticos estrangeiros que se recusam a reconhecer a Crimeia como parte da Rússia devem ser ignorados, de acordo com 52% dos entrevistados. Somente um em cada dez respondentes recomendou negociações em nível internacional para justificar a legitimidade da anexação.

Além disso, 75% viram benefícios para a Rússia ao ganhar a possibilidade de implantar as bases da frota do Mar Negro sem custos e o retorno de uma importante zona de turismo.

No total, 20% afirmaram que a iniciativa tinha devolvido um território que antes pertencera ao país, enquanto 42% ressaltaram as consequências negativas envolvidas no financiamento do desenvolvimento da região recém-anexada.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.