Homem come dinheiro para esconder suborno na Sibéria

Foto: Lori / Legion Media

Foto: Lori / Legion Media

Cidadão que tentava subornar um oficial no Extremo Oriente russo tentou se livrar do dinheiro devorando as provas incriminatórias. Mas, segundo a polícia local, os médicos conseguiram frustrar o plano engenhoso.

O homem estava tentando subornar um policial após ser encontrado portando uma faca durante a batida desencadeada por seu “comportamento inquieto” em uma estação de trem em Tinda, na região de Amur. A informação é da agência local do Comitê de Investigação da Rússia.

Ao ser informado de que o posse de armas ilegais é crime, o homem bateu 3.000 rublos (86 dólares americanos) na mesa do investigador.

Depois de ser informado de que dar propina também era uma ofensa sujeita à pena, o indivíduo “engoliu as notas rápido como um raio”, diz o relatório.

O homem foi prontamente enviado para um hospital local, onde as três notas de 1.000 rublos foram extraídas por meio de endoscopia digestiva –procedimento que envolve um tubo fino que dá acesso ao estômago – antes que pudessem ser digeridas.

O morador local, que voltava do trabalho no leste da Sibéria, não será preso, disseram os investigadores, sem revelar o seu nome. No entanto, responderá por tentativa de suborno, o que pode resultar em pena de dois anos de prisão ou um multa de até 10 vezes o valor do suborno.

Em abril, um policial no Tatarstão tentou comer 950 mil rublos (US$ 27.000) que havia extorquido de um empresário local, mas foi preso por seus colegas antes de engolir todo o dinheiro.

 

Publicado originalmente pelo jornal The Moscow Times

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.