Como saber que hora são em cada lugar da Rússia

País mantém horário de verão ao longo do ano Foto: Seguêi Ermójin/RIA Nóvosti

País mantém horário de verão ao longo do ano Foto: Seguêi Ermójin/RIA Nóvosti

Nove fusos horários cortam o maior país do mundo. Conheça a história das divisões e e as mudanças que ocorreram com o tempo.

Desde os tempos soviéticos, existe uma piada que diz que em Petropavlovsk- Kamtchatsk é sempre meia-noite. A piada surgiu pelo fato de que às três horas da tarde no horário de Moscou começava um programa de rádio onde anunciavam a hora exata de cada região do país, e em Kamtchatka era sempre meia-noite naquela hora.

A Rússia é único Estado em cujo território há tantos fusos horários. Há pouco tempo, um grupo de deputados sugeriu introduzir apenas quatros zonas horárias, mas a ideia não recebeu apoio maciço. Hoje em dia, deveriam existir teoricamente mais de 10 fusos horários, mas, na prática, há apenas 9. Os limites entre os fusos horários são determinados pelas fronteiras de cada subdivisão do país. 

Durante o Império Russo, em cada parte do país era usado o tempo solar local, calculado dependendo de localização geográfica. Mais tarde, com o desenvolvimento das ferrovias, foi decidido estabelecer o horário único de São Petersburgo nas estações de trens.

As zonas horárias foram estabelecidas durante o período da União Soviética em 1919. A legislação estabeleceu o tempo contínuo de 0 a 24 hora e, de acordo com o documento assinado pelo líder Vladímir Lênin, o país foi dividido em 11 zonas horárias.

Vantagens do dia

“É difícil responder à pergunta sobre qual opção de horário é mais conveniente”, garante o geógrafo Andrêi Panin.  Atualmente, para fazer o cálculo, os especialistas não seguem o fator de economia de energia e consideram apenas o da conveniência do público. As noites claras ajudam a reduzir acidentes nas estradas, por exemplo.

Os limites entres os fusos horários foram estabelecidos com base tanto nas fronteiras dos meridianos, quanto dos rios Ob, Irtich e Lena. O território era pouco povoado, e assim não havia problemas com esse tipo de distinção. Esses limites mudaram muito nos anos 1980.

Em algumas regiões, o horário foi aproximado em uma ou duas horas ao de Moscou, para que a interação com o centro fosse mais conveniente. Tudo começou a partir das regiões do norte, onde a população era extremamente pequena, e a produção ativa de petróleo, carvão e gás exigiu a cooperação com as autoridades centrais da capital.

Mais tarde, as províncias próximas de Moscou, como Vladímir e Riazan, começaram a introduzir o mesmo horário para se aproximarem dela. A República da Tatarstão, apesar de se encontrar na quarta zona horária, também passou a seguir o horário de Moscou. Finalmente, em março de 2010, as repúblicas de Udmúrtia e Samara introduziram o mesmo horário de Moscou, de modo que a diferença entre o território europeu e os Urais virou de apenas duas horas.

Hora por decreto 

O horário de verão surgiu durante o governo provisório em 1917. Desde então, cada ano o país mudava o horário de inverno para o de verão, e vice-versa. Mas, a partir de 1930, o padrão do horário de verão foi mantido, e o país começou a seguir o horário que era uma hora mais cedo que o prevista na zona horária. Essa decisão foi tomada com base em decreto do Conselho dos Comissários do povo e, portanto, o sistema horário começou a ser chamado de “o do decreto”.

Baseando-se nisso, em 1981 voltou-se ao horário diferente no verão e inverno. Como resultado, os russos começaram a viver no inverno uma hora à frente de tempo de fuso horário, e no verão, duas horas. Esse padrão foi mantido durante 10 anos.

Em 1991, após a queda da União Soviética, o horário de verão foi cancelado, mas logo depois a legislação russa o estabeleceu de novo. É curioso que a supressão de horário foi estabelecida a pedido das autoridades locais e o seu reestabelecimento, por reclamações da população e pelo excesso de consumo de eletricidade.

Desde 1º de Julho de 2011, a Rússia resolveu manter o horário de verão ao longo do ano. Há pouco tempo, a Duma (câmara dos deputados no país) começou a considerar a possibilidade de voltar a seguir o horário de inverno.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.