Terek financia tratamento de jogador com tumor no cérebro

Foto: Said Tsarnaev/RIA Nóvosti

Foto: Said Tsarnaev/RIA Nóvosti

Gricha Simonian, jogador do Terek, clube russo de futebol da primeira divisão, partirá no dia 7 de abril para se submeter a tratamento na Alemanha. Presidente tchetcheno e do clube local Ramzan Kadirov anunciou que o FC Terek Grózni arcará com todas as despesas do procedimento.

A campanha “Salve o Gricha!”, em resposta ao apelo difundido na rede social pela jornalista esportiva Ekaterina Kiriltcheva, foi iniciada pelo portal russo de informação esportiva Chempionat.com e a fundação beneficente associada Oranjevoe Nebo (Céu Laranja). O botão vermelho com o pedido permaneceu na página principal do portal durante um mês e meio, e os dados bancários para a transferência de doações eram publicados duas vezes ao dia.

“No total, conseguimos 3.333.000 rublos”, diz o editor da seção de futebol do Chempionat.com, Samvel Avakian, acrescentando que quase cem mil pessoas doaram dinheiro. “Esse foi o total acumulado em uma conta criada especialmente para tal, no momento em que o Terek resolveu assumir os custos do tratamento do Gricha e a liderança do clube nos pediu para interromper a arrecadação on-line.”

Gricha Simonian, jogador do Terek, clube russo de futebol da primeira divisão, partirá no dia 7 de abril para se submeter a tratamento na Alemanha Foto: vk.com

O valor de 5 milhões de rublos que Gricha necessitava para o tratamento no exterior seria seria brevemente alcançado, segundo Avakian. “Falamos com também com muitos jogadores da primeira divisão, e todos eles nos deram camisas suas para que nós leiloássemos.”

Porém, antes que o montante fosse atingido, o presidente tchetcheno e também do clube de futebol local, Ramzan Kadirov, anunciou no Twitter que o FC Terek Grózni iria assinar contrato com Gricha e se comprometeria a arcar com os custos do tratamento.

“Em toda a sua vida, Gricha não se concentrou em outra coisa que não fosse o futebol”, conta Vartan Simonian, pai do jogador. “Mas quando o câncer foi diagnosticado, a gente começou apenas a rezar para salvar a vida dele. Os médicos me disseram que o sucesso do tratamento depende em 40% do estado emocional do paciente”, continua.

Samvel Avakian, que viu como o camisa 59 do Terek jogar agora com a bola, é categórico ao falar do colega de equipe. “Eu não vejo nele um paciente, eu vejo nele um jogador que está se preparando para jogar pelo Terek.”

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.