Russo para gringos

Língua russa é frequentemente classificada como "difícil de entender" e "confusa" Foto: ITAR-TASS

Língua russa é frequentemente classificada como "difícil de entender" e "confusa" Foto: ITAR-TASS

Designer holandês e médica alemã, entre outros estrangeiros, revelam suas impressões sobre o idioma russo.

“A língua russa soa como uma gata dentro de uma caixa cheia de bolinhas de mármore: em plena confusão.” 

Willian Ian, designer, Holanda

 

“Sempre tive impressão de que a língua russa fosse uma mistura de línguas: espanhol, por causa do ‘r’, embaralhado com francês e com os sons bruscos do alemão.

Jeremy, professor, EUA

 

“Para mim, o russo soa tal e qual o polaco. As mesmas entoações e a mesma pronúncia ‘feminina’”

Iacob, analista financeiro, República Tcheca

 

“Antes de eu ter começado a estudar a língua russa, bem como algum tempo depois de ter iniciado minhas aulas de cultura eslava, tinha a mesma impressão: me parecia uma gravação de qualquer outra língua do mundo, porém reproduzida de trás para frente.”

Gethin, Irlanda

 

“É como alguém que não consegue cuspir, encheu a boca de saliva e tenta falar assim.” 

Dean, Nova Zelândia

 

“O mais admirável é que a língua russa pode soar de diferentes maneiras, tudo depende de quem está falando e do que se fala.”

Batir, fotógrafo, Mongólia 

 

“Soa como um convite a um namorico intenso – sobretudo quando as mocinhas russas pronunciam, de modo incrivelmente doce, “Patchimu? (Por quê?)”

Alessio, jornalista, Itália

 

“É uma língua extremamente emocional, pois os russos se exprimem com muita paixão.”

Cris, consultor, Córsega

 

“A língua russa é uma soma de palavras familiares em meio a um caos linguístico de sons desagradáveis.”

Albertina, médica, Alemanha

 

“É como o som de lixa raspando uma superfície áspera.”

Mark, professor, Reino Unido

 

“A língua russa é semelhante a um rádio mal sintonizado: uma confusão de ruídos, estalos e chiados.”

Maria, tradutora, França

 

Publicado originalmente pela revista Esquire

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.