Comissão elabora projeto para aumentar fluxo de estudantes estrangeiros

Idioma russo é o sexto mais falado no mundo Foto: Shutter stock / Legion Media

Idioma russo é o sexto mais falado no mundo Foto: Shutter stock / Legion Media

Quantidade de estudantes estrangeiros que buscam estudos na Rússia deve se manter elevada para ajudar o idioma russo a preservar sua posição e status atual.

“Este ano, mais de 1.500 estudantes [que estão terminando a escola] farão o exame estado unificado no exterior”, disse a vice-premiê para Assuntos Sociais, Olga Golodets, que preside o Conselho sobre Língua Russa do governo. “Entre eles há cidadãos de outros países que querem passar na prova para continuar os estudos na Rússia. Mas a demanda é ainda maior.”

“Nossa tarefa não é apenas manter essa demanda, mas também tornar a educação mais interessante, moderna e acessível”, acrescentou Golodets em reunião do conselho na semana passada.

O idioma russo é o sexto mais popular do mundo, com mais de 260 milhões de falantes. No entanto, esse índice quase não aumentou nos últimos anos.

Em outubro passado, o governo russo decidiu criar um conselho para promover a língua russa no exterior. O órgão consultivo está encarregado de analisar questões-chave na área de apoio federal e desenvolvimento da língua russa, bem como elaborar propostas para melhorar a política do Estado na área.

Entre as tarefas do Conselho figura a abertura de centros de língua do Instituto Pushkin em quase 50 países, incluindo ex-repúblicas soviéticas, Europa, Estados Unidos, China, Japão, Síria, Iraque e alguns países do Oriente Médio.

 

Publicado originalmente pelo Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.