Escolas de Sevastopol vão continuar lecionando em duas línguas

Horas acadêmicas destinadas à língua russa vão aumentar Foto: Reuters

Horas acadêmicas destinadas à língua russa vão aumentar Foto: Reuters

Segundo autoridade local, ensino paralelo em russo e ucraniano respeita tradições e particularidades da região.

As autoridades em Sevastopol pretendem manter o ensino em russo e em ucraniano nas escolas locais, informou Viktor Oganesian, chefe interino do departamento de Educação da cidade. 

"Considerando as tradições culturais e especificidades da língua na região, vamos sugerir a continuidade do ensino de duas línguas paralelamente em nossas escolas - russo e ucraniano", disse ele, acrescentando que o número de horas acadêmicas destinadas à língua russa aumentará consideravelmente.

Paralelamente, aulas de tártaro da Crimeia serão introduzidas nas escolas da comunidade tártara. 

"Crimeia é uma região multiétnica e devemos viver em harmonia aqui, guiados pelo exemplo da Tranisdnestria [região separatista da Moldávia], onde três línguas - russo, moldavo e ucraniano - são usadas ​​em pé de igualdade", acrescentou Oganesian.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.