Pepino e sauna contra a ressaca

Dicas caseiras são injeção de ânimo para qualquer mal-estar pós-festas Foto: Getty Images/Fotobank

Dicas caseiras são injeção de ânimo para qualquer mal-estar pós-festas Foto: Getty Images/Fotobank

Sintoma frequente em época de festas pode ser evitado com métodos tradicionais russos.

“O que é bom à noite faz mal pela manhã.” Nada mais adequado do que a ressaca de fim de ano para aplicar esse ditado popular na Rússia. Para resolver o problema, os mais chegados em álcool garantem que beber cerveja ou vodca pela manhã é tiro e queda. Mas existem várias outras maneiras mais saudáveis de curar a ressaca.

Os siberianos costumam em ir à tradicional sauna russa, e também aconselham a tomar uma ducha alternando água quente com fria. Apesar de eficazes, existe um sério risco nesses métodos. Se a pessoa tiver predisposição para doenças cardiovasculares, essa alternância de temperatura pode resultar em um acidente vascular cerebral (AVC) ou infarto.

Entre os métodos mais suaves, os russos indicam o consumo de salmoura de pepinos em conserva ou chucrute, que ajuda a normalizar o equilíbrio hidroeletrolítico do organismo. Bebidas como kefir (leite fermentado por  caseiro simbióticos) ou kvas (bebida russa produzida a partir da fermentação de pão preto ou de centeio) têm um efeito semelhante ao da salmoura.

Há ainda quem aconselhe a tradicional sopa armênia “khash” para a desintoxicação matinal do organismo. É verdade que se leva muito tempo para prepará-la, por isso, os mais impacientes podem apelar para uma variante mais simples: caldo bem concentrado ou qualquer sopa gordurosa. 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.