Pesquisa revela preconceitos e desconfiança do povo russo

Entre 70 e 80% dos russos admitem nutrir sentimentos preconceituosos Foto: PhotoXPress

Entre 70 e 80% dos russos admitem nutrir sentimentos preconceituosos Foto: PhotoXPress

Mais de dois terços dos russos não confiam em outras pessoas, apontou relatório anual da Câmara Pública da Rússia.

“O nível de confiança entre as pessoas na Rússia continua a ser baixo. Mais de dois terços dos russos acreditam que é preciso ser cauteloso nas relações com os outros, e apenas um em cada cinco entrevistados disseram confiar em outras pessoas”, diz o relatório.

Cerca de 80% dos entrevistados acreditam que os russos estão se tornando cada vez mais agressivos, enquanto três quartos lamentaram a crescente falta de respeito aos mais idosos. Entre 70 e 80% dos russos também admitiram nutrir sentimentos preconceituosos.

O relatório revelou que os russos têm pouco interesse pela vida pública, e cerca de 60% disseram ter comparecido a eventos públicos ou sociais no ano passado. Esse número é ainda maior nas áreas urbanas, atingindo 67% em Moscou e 69% em outras grandes cidades.

A câmara diz que a grande maioria dos russos são mal informados sobre as organizações não governamentais e demonstram pouco interesse pelos trabalhos no terceiro setor. Apenas 8,9% dos entrevistados disseram participar de atividades de alguma ONG.

Quando questionados sobre as organizações não governamentais que operam em suas cidades de origem, a maioria dos entrevistados não souberam responder. Os moradores de grandes cidades estão, em geral, mais bem informados sobre as ONGs, apesar de apenas 18% responder à pergunta. 

A prática de caridade, porém, permanece relativamente difundida no país: 36% dos russos doaram dinheiro ou roupas no ano passado.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow News

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.