Língua russa perde popularidade no exterior

Novo conselho foi instituído para promover o estudo da língua russa no exterior Foto: AFP/East News

Novo conselho foi instituído para promover o estudo da língua russa no exterior Foto: AFP/East News

Número de falantes de russo diminuiu em cerca de 120 milhões de pessoas ao longo dos últimos 20 anos.

“Medidas para aumentar a popularidade do russo têm sido insuficientes para reverter essa queda”, disse Benjamin Kaganov, vice-ministro da Educação e Ciência, em coletiva de imprensa na sexta-feira passada (13).

O vice-ministro reiterou que o declínio da língua, sobretudo no exterior, é motivo de preocupação. Dos 260 milhões de falantes de russo no mundo, 140 milhões vivem na própria Rússia.

Pelas estimativas, a linguagem desapareceria para além da fronteira russa dentro de 50 anos. “Isso se deve à concorrência acirrada com outras línguas, como o inglês, e acontecerá a menos que sejam feitos esforços para aumentar o seu apelo no exterior”, acrescentou Kaganov.

O primeiro-ministro russo Dmítri Medvedev estabeleceu um novo conselho de ministros no mês passado para promover o estudo da língua russa no exterior.

O conselho, chefiado pela vice-premiê Olga Golodets, está trabalhando no desenvolvimento de projetos e programas de educação em língua russa. Por meio desse projeto serão destinados US$ 46 milhões em novos centros de idiomas ao redor do mundo.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow News

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.