Mais de 50% dos russos avaliam negativamente relação com a Ucrânia

Decisão das autoridades ucranianas vem provocando ações de protesto em Kiev Foto: Reuters

Decisão das autoridades ucranianas vem provocando ações de protesto em Kiev Foto: Reuters

Mais de 50% dos cidadãos russos avaliaram negativamente as relações entre a Rússia e a Ucrânia, enquanto 29% dos russos consideram a interação entre os países como “estável” e 23%, como “tensa”. Os resultados foram divulgados pelo Centro de Pesquisa de Opinião Pública de Toda a Rússia (VTsIOM, na sigla em russo) nesta segunda-feira (9).

“Poucas pessoas falam sobre amizade e relações de boa vizinhança, enquanto 22% dos entrevistados consideram as relações como neutras”, diz o comunicado oficial do VTsIOM. “Apenas 6% dos entrevistados veem as relações entre os países como ‘calorosa’.”

De acordo com a pesquisa, mais de 40% dos cidadãos russos pensam que a assinatura do Acordo de Adesão com a União Europeia não terá qualquer impacto nas relações bilaterais. No entanto, 26% dos entrevistados falam sobre o aumento da tensão entre os dois países. Apenas 2% dos entrevistados esperam mudanças positivas.

Além disso, o estudo revelou que 72% dos cidadãos russos tinham conhecimento sobre os planos da Ucrânia de assinar um acordo de zona de livre comércio com a União Europeia. Porém, um a cada dois entrevistados têm uma visão superficial sobre o fato.

A Ucrânia suspendeu a assinatura do Acordo de Adesão com a União Europeia, que era esperada durante a reunião em Vilnius, no final de novembro. A decisão das autoridades vem provocando ações de protesto em Kiev.

A pesquisa do VTsIOM foi realizada nos dias 24 e 25 novembro com 1.600 cidadãos russos de 42 regiões do país.

 

Publicado originalmente pela agência de notícias ITAR-TASS

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.