Cobras raras terão filhotes no Zoológico de Moscou

cobras mantidas em viveiro no Zoológico de Moscou colocaram 14 ovos Foto: Zoológico de Moscou

cobras mantidas em viveiro no Zoológico de Moscou colocaram 14 ovos Foto: Zoológico de Moscou

Duas cobras arbóreas tropicais puseram ovos no Zoológico de Moscou, e as crias devem nascer em fevereiro do ano que vem. É a primeira vez que se tem notícias desses gêneros de cobras procriarem em viveiro.

Primeiro foi a vez de uma cobra rara típica de manguezais, que pôs meia dúzia de ovos. Na sequência, outra cobra incomum, do gênero Boiga da Nova Guiné, botou mais 8 ovos.

“As cobras se procriaram no nosso viveiro, onde estamos criando espécies raras. Até hoje, nenhum zoológico do mundo alcançou tal feito”, destacou a instituição. “Apesar de muitos zoológicos do mundo terem tentado que esses animais se multiplicassem em viveiro, nenhum deles conseguiu.”

Os ovos permanecerão em uma incubadora até fevereiro do ano que vem, quando é esperado o nascimento das crias.

Segundo os especialistas locais, a cobra do gênero Boiga não é tão rara como cobra de manguezal, que é encontrada na Nova Guiné e em muitas ilhas adjacentes, bem como no norte da Austrália e nas Ilhas Salomão.

 

Publicado originalmente pelo Newsru.com

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.