Torcedor pega 7 dias de prisão após erguer bandeira com suástica

Torcedor foi condenado pela exibição de emblemas e símbolos fascista Foto: RIA Nóvosti

Torcedor foi condenado pela exibição de emblemas e símbolos fascista Foto: RIA Nóvosti

Partida entre Spartak e Shinnik Yaroslavl foi marcada pela exibição de símbolo fascista e briga de torcedores.

O torcedor de futebol que ergueu uma bandeira com a suástica durante jogo da Copa Russa foi condenado a sete dias de prisão, informou a polícia local nesta quarta-feira (20).

De acordo com o comunicado emitido pela polícia, o torcedor foi condenado pela exibição de emblemas e símbolos fascistas, conforme previsto no Código Administrativo da Rússia. As autoridades não revelaram o nome do suspeito.

Pela lei, o indivíduo que incorrer no artigo pode pegar, no máximo, 15 dias de prisão, além de arcar com uma multa equivalente a dez vezes o salário mínimo.

No início deste mês, o Spartak Moscou recorreu à polícia russa para processar a pessoa que acenou a bandeira nazista durante o jogo contra o Shinnik Yaroslavl.

O jogo de 30 de outubro foi marcado pela violência entre torcedores e acabou sendo interrompido por 30 minutos, enquanto a polícia disparava canhões de água nos envolvidos.

A União de Futebol da Rússia definiu uma multa de US$ 18,500 para o Spartak e ordenou que o clube jogue duas partidas sem torcida. O Shinnik foi punido com três jogos sem a presença de torcedores.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow News

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.