Até 2018, 83% dos russos terão acesso à internet

Número atual de internautas russos corresponde a 57% da população Foto: ITAR-TASS

Número atual de internautas russos corresponde a 57% da população Foto: ITAR-TASS

Planos do governo para expandir da rede e redução do custo de aparelhos móveis prometem aumentar número de usuários por todo o país. Assim como a Rússia, Brasil também vem registrando aumento do número de internautas.

Em 2018, a quantidade de internautas na Rússia deve chegar a 83% da população do país, de acordo com as previsões da Fundação de Opinião Pública.

“Isso será alcançado se todos os planos para garantir o amplo acesso à internet forem implementados, os smartphones não custarem tanto e não houver tarifas altíssimas pelos serviços de internet”, diz Svetlana Borissova, porta-voz da fundação. “A previsão se aplica a cidades com população de 100 mil a um milhão de pessoas”, acrescentou ela.

Considerando o cenário mais otimista, em cidades com população inferior a 100 mil o número de usuários de internet vai atingir 80% até 2018, e em áreas rurais chegará a 69%.

Se as condições previstas não forem colocadas em prática, uma previsão mais conservadora aponta que, no prazo de cinco anos, a Runet (como é chamada a internet na Rússia) atingirá 78% das pessoas nas grandes cidades, 72% em cidades pequenas e 64% nas áreas rurais.

Atualmente, a Fundação de Opinião Pública estima que o número de internautas corresponda a apenas 57% da população total. Desse montante, 37% usam a rede para estudar,  40% costumam fazer declarações on-line sobre temas políticos e 28% contribuem com dinheiro para os projetos sociais divulgados pela internet.

“Esperamos que a participação da população em projetos civis na internet continue a crescer", diz Borissova.

No Brasil, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) apontou que havia 83 milhões de usuários de Internet em 2012, o que correspondia a 46,5% da população. Porém, de acordo com levantamento do Ibope Media, o total de usuários de internet no primeiro trimestre deste ano chegou a 102,3 milhões, indicando um aumento de 12,9% em comparação ao mesmo período de 2012.

 

Publicado originalmente pela ITAR-TASS

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.