Preso suspeito de assassinato que motivou protestos em Moscou

Polícia russa deteve nesta terça-feira (15) o azerbaijano que teria esfaqueado o jovem Igor Scherbakov, 25 anos. Fato gerou uma onda de protestos anti-imigração no sul de Moscou durante o fim de semana e consequentes batidas policiais nesta segunda-feira.

O azerbaijano Orkhan Zeinalov, 30 anos, foi preso por policiais das forças especiais na cidade de Kolomna, a quase 120 quilômetros a sudeste de Moscou, e foi levado para Moscou em um helicóptero.

De acordo com o Comitê de Investigação da Rússia, Zeinalov ganhava a vida em Moscou como motorista de táxi ilegal desde 2003.

Ele é suspeito de esfaquear até a morte Ígor Scherbakov, que vivia no bairro de Biriuliovo, no sul da capital. O assassinato provocou protestos não autorizados, nos quais os manifestantes culparam os imigrantes pelo crime e pediram leis de imigração mais rígidas.

As manifestações se tornaram mais violentas no domingo passado (13), levando a confrontos com a polícia e cerca de 400 prisões.

No dia seguinte, mais de mil pessoas foram detidas, sendo a maioria delas trabalhadores imigrantes nos entornos de Biriuliovo.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow News

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.